Caio Souza e Arthur Nory fazem dobradinha na ginástica artística

São Paulo, SP

29-07-2019 23:14:47

Caio Souza conquistou o ouro inédito no individual geral masculino (Foto: Reprodução/Twitter)

O Brasil nunca havia ganho medalha nos Jogos Pan-Americanos no individual geral da ginástica artística, mas mudou isso em grande estilo nesta edição, em Lima. Nesta segunda-feira, Caio Souza (ouro) e Arthur Nory (prata) realizaram uma dobradinha inédita e somaram mais duas medalhas para o país.

Caio Souza conquistou o ouro inédito com pontuação de 83.500, pouco mais de meio ponto à frente de Arthur Nory, que marcou 82.950 pontos. A medalha de bronze ficou com o canadense Cory Paterson, que somou 82.200 pontos.

A dobradinha do Brasil foi confirmada na barra fixa. Caio Souza e Arthur Nory foram imbatíveis e somaram a mesma nota (14.400), a melhor do aparelho, 0.400 a mais que o norte-americano Robert Neff, que acabou na sétima posição geral.

Arthur Nory conquistou a medalha de prata (Foto: Reprodução/Twitter)

Caio Souza assumiu a dianteira no terceiro aparelho e não foi alcançado desde então. O medalhista de ouro teve nota 13.600 no solo, 12.950 no cavalo com alças, 14.250 nas argolas, 14.600 no salto com cavalo, 13.700 nas barras paralelas e 14.400 na barra fixa.

Medalhista de prata, Arthur Nory largou na frente no primeiro aparelho e foi ultrapassado somente pelo colega de Seleção. Ele teve nota 14.050 no solo, 12.950 no cavalo com alças, 13.050 nas argolas, 14.650 no salto com cavalo, 13.850 nas barras paralelas e 14.400 na barra fixa. As menores notas de ambos os brasileiros vieram no cavalo com alças (12.950).


Deixe seu comentário