Relembre alguns dos melhores jogos de futebol dos últimos anos

São Paulo, SP

22-04-2021 11:17:20

O futebol sempre nos proporciona momentos muito interessantes, com viradas históricas e até mesmo goleadas impressionantes. Até mesmo amistosos podem ser marcantes caso você assista o jogo correto.

Com a ajuda da autora Luiza Lima Correia, especialista em futebol, separamos aqui alguns dos melhores jogos de futebol dos últimos anos. Não se esqueça de dar uma olhada no perfil da Luiza clicando aqui.

Liverpool 5-4 Alaves (final da Taça UEFA 2001)

Antes do Milagre de Istambul, houve este festival de gols na cidade de Dortmund, em 2001. O Liverpool estava de volta a uma final de copa da Europa pela primeira vez desde a tragédia de Heysel.

Os Reds rapidamente assumiram a liderança com uma cabeçada de Markus Babbel sobre os espanhóis. Eles aumentaram a vantagem poucos minutos depois, quando o jovem Steven Gerrard não deixou chance para o goleiro após um passe brilhante de Michael Owen.

Pouco antes da marca dos 30 minutos, Ivan Alonso deu um respiro ao Alavés. Mas antes do fim do primeiro tempo, o veterano escocês Gary McAllister marcou de pênalti e deixou a liderança dos Reds em dois gols.

O Alavés voltou procurando empatar e conseguiu com dois gols de Javi Moreno em menos de 5 minutos. Robbie Fowler, lenda dos Reds, os colocou na frente novamente. E no último minuto do jogo, Jordi Cruyff conseguiu o empate.

Foi então na prorrogação que o Liverpool conseguiu a vitória, quando Defi Geli marcou contra. 5-4 para os Reds e mais um troféu para o time inglês.

Alemanha Ocidental 3-2 Hungria (Final Copa do Mundo 1954)

Anunciada como "O Milagre de Berna", a final da Copa do Mundo de 1954 é, sob muitos aspectos, a maior virada de todos os tempos na história do futebol. A evidência de um tipo de incompatibilidade Davi / Golias foi esmagadora.

Para começar, a Hungria não perdia há 4 anos (desde 1950), e durante este tempo tiveram vitórias memoráveis como o 6-3 contra a Inglaterra. Além disso, os húngaros contavam com alguns nomes de muito peso na história do futebol, como:

  1. Ferenc Puskas
  2. Sandor Kocsis
  3. Zoltan Czibor

Já do outro lado, a Alemanha Ocidental não tinha muitos jogadores de renome e, além disso, não havia uma liga profissional de futebol na Alemanha na época.

Puskas e Czibor não perderam tempo colocando a Hungria na frente por 2 a 0 após apenas oito minutos. E todos começaram a ter flashbacks do que havia acontecido na fase de grupos, quando ambos os times se enfrentaram e a Hungria ganhou de 8-3.

Mas, desta vez, os alemães reagiram e empataram antes mesmo do intervalo, graças a Morlock e Rahn.

O segundo tempo foi dominado pelos húngaros, com a Alemanha Ocidental sendo capaz de segurar os ataques. Até que Rahn conseguiu marcar, dando uma vantagem improvável para a Alemanha.

Antes do fim do jogo, Puskas quase marcou o gol de empate, porém o árbitro assinalou impedimento. Uma vitória surpreendente e que, se fosse nos dias de hoje, poderia ter falido muitas casas de apostas por aí.

Manchester United 2-1 Bayern de Munique (Final UCL 1999)

Ambos os times chegaram a Barcelona com o sonho de conquistar a tríplice coroa, já que os dois tinham conseguido ambas as taças nacionais.

No início do jogo, o Bayern saiu na frente com uma falta do brilhante, mas temperamental, Mario Basler.

Sem Paul Scholes e Roy Keane, ambos suspensos, os Red Devils simplesmente não conseguiam encontrar seu ritmo. Eles se esquivaram do golpe de nocaute duas vezes, quando Mehmet Scholl acertou a trave e Carsten Jancker teve o mesmo azar.

Foi quando Sir Alex Ferguson puxou dois truques na manga ao substituir Teddy Sheringham por Ole Solskjaer. O que se seguiu foi a virada mais perfeita já orquestrada no futebol.

Um Manchester United espancado, intimidado, derrotado e dominado roubou as esperanças de título do Bayern e de seu capitão, o lendário Lothar Matthaus, com dois gols tardios nos acréscimos, deixando o banco alemão e os torcedores atordoados em descrença.

Brasil 3-3 Itália (Torneio da França 1997)

Apesar de ser um jogo amistoso, essa certamente é uma das partidas mais espetaculares já vistas.

O torneio em si, apresentando Brasil, Itália, Inglaterra e França, foi inicialmente concebido como um ensaio de prestígio um ano antes do início da Copa do Mundo de 1998. Acabou sendo tão atraente e competitivo quanto qualquer torneio internacional desde então.

Esse jogo foi surpreendente, com a Itália começando em cima e pegando desprevenida a seleção brasileira, que contava na época com Ronaldo e Romário em seu ataque, uma das duplas mais letais do futebol. Já do lado italiano, a dupla da Juventus, Del Piero e Vieri, deu trabalho para a defesa do Brasil.

Os Azzurri saíram na frente depois que um cabeçalho de Del Piero bateu Taffarel em um belo cruzamento de Vieri. A situação foi de mal a pior para uma Seleção Brasileira chocada, mas brilhante, quando Aldair desviou um livre direto de Albertini para a própria rede.

O Brasil se recuperaria graças ao chute certeiro de Roberto Carlos (desviado por Lombardo). O jovem e esquivo Pippo Inzaghi, que substituiu Vieri no segundo tempo, ganhou um pênalti que Del Piero friamente converteu. 3-1 Itália.

Em seguida, o Brasil atacou de volta para empatar por trás de dois gols de seu par de virtuoses ‘Ro-Ro’. Um jogo que de amistoso, não teve nada.

Apostando em Futebol

Fonte: Freepik

Além dos jogos históricos, o futebol sempre nos proporciona partidas interessantes e duelos de tirar o fôlego entre times rivais ao redor do mundo. E com as apostas esportivas tudo isso pode ficar ainda melhor.

Existem diversos sites para apostar e alguns dos melhores sites de apostas disponíveis ainda contam com bônus de boas-vindas para lhe ajudar a aumentar seus lucros e ter ainda mais diversão.

Deixe seu comentário