O poder do Rosa: cor é utilizada no uniforme do time feminino mais novo do Paz nas Escolas

São Paulo, SP

18-09-2016 19:00:03

Beit Yaacov goleou Global Objetivo por 4 a 1 no Paz nas Escolas, neste domingo (Foto: Divulgação)
De rosa, Beit Yaacov goleou Global Objetivo por 4 a 1 no Paz nas Escolas, neste domingo (Foto: Divulgação)

Em quase 100% dos casos, quando o ultrassom mostra que o bebê na barriga da mamãe é uma menina, a primeira atitude dos pais é sair às compras em busca de um quarto todo rosa para a criança. São roupas de berço, enfeites de parede, que na maioria dos casos também é rosa, brinquedos e principalmente as roupinhas.

O rosa é uma cor que transmite doçura, inocência, leveza, ternura, afeto e que tem um efeito tranquilizante, características geralmente atribuídas às mulheres. Por isso essa ligação tão forte entre a cor rosa e as mulheres. Talvez por isso, o time feminino, categoria 07 -10 anos, do colégio Beit Yaacov tenha escolhido a cor para confeccionar seus uniformes.

Mas no jogo de hoje entre as “rosinhas” e o Global Objetivo, doçura e ternura não estavam entre as principais características das meninas mais novas do torneio. O placar de 4 x 1 mostrou que o rosa é forte, é a cor da mulher decidida e que quer ganhar. Liana, camisa 8 das “rosinhas” foi o destaque da partida com dois gols, seguida de Nicole e Karina que fecharam a conta. Rafaela descontou para o Global.

A cor rosa, além do uniforme das meninas do Beit Yaacov no PlayFc Paz nas Escolas, também simboliza diversas outras campanhas ao redor do mundo. Codepink, é um movimento liderado por mulheres americanas que desejam o fim da guerra do Iraque; Nós do Poder Rosa, entidade que luta contra a violência doméstica e a prevenção do câncer de mama; Fundação Laço Cor de Rosa, que divulga a causa do câncer de mama e mantém o banco de perucas on line; e o Outubro Rosa, movimento de luta contra o câncer de mama que concentra suas ações no décimo mês do ano.

Com muitos jogos por domingo, haja perna para aguentar tanta pancada

Um antigo jingle de propaganda de um remédio anestésico, dizia: “caiu, bateu, machucou, tem que ser..”. Assistindo aos jogos do PlayFC Paz nas Escolas, cair, bater e machucar são os atos mais vistos durante o tempo de partida. Com a dinâmica empregada no futebol atual, troca de posições, movimentação constante, alto desempenho físico, é quase impossível não se contundir durante um jogo.

E não são apenas aquelas contusões que acontecem por conta de uma trombada, uma queda, uma entrada mais brusca, mas também a musculatura do atleta que apresenta fadiga após uma série de treinos e jogos durante uma temporada e acaba acarretando problemas físicos ao atleta, interrompendo por dias, semanas e até meses a carreira do atleta.

No futebol, especificamente, as lesões mais comuns são torções, tornozelos e joelhos são os principais alvos, e distensões. Rupturas do ligamento cruzado e lesões de meniscos também são bastante comuns, e diferente de simples torções e distensões, são lesões de tratamento cirúrgico e com recuperação bastante demorada.

Por tudo isso, não apenas atletas profissionais, mas amadores também, aqueles conhecidos por esportistas de final de semana, é muito importante fazer um aquecimento adequado antes e também após a prática de todo exercício físico. Eles previnem lesões, diminuem a tensão muscular, ativam a circulação, deixando os movimentos mais soltos e leves.

Deixe seu comentário