A Juventus de Andrea Pirlo para a temporada 2020/21

São Paulo, SP

22-09-2020 14:57:01

Em 8 de agosto, a Juventus anunciou seu novo técnico para a temporada 2020/21: ninguém menos que o ex-meio-campista Andrea Pirlo, campeão do mundo pela seleção italiana em 2006, e que defendeu o clube de Turim entre os anos de 2011 e 2015. Esta será a primeira chance de Pirlo, hoje com 41 anos, enquanto treinador de uma equipe profissional, e isso apenas nove dias depois de a própria Juventus lhe ter anunciado como treinador da sua equipe sub-23.

 

Voir cette publication sur Instagram

 

Une publication partagée par Juventus (@juventus) le

Para quem não acompanha muito de perto o futebol italiano, Pirlo parece ter sido agraciado com o emprego dos sonhos logo na sua estreia enquanto técnico. Os bianconeri detém a maior hegemonia entre as grandes ligas do futebol europeu, tendo conquistado todos os últimos nove Campeonatos Italianos. Além disso, a equipe conta em seu elenco com jogadores de alto nível principalmente no ataque, com o português Cristiano Ronaldo e o argentino Paulo Dybala.

Devido a esses fatores, não é nenhuma surpresa observar que, entre aqueles que costumam apostar em futebol valendo-se do trading esportivo – que consiste na compra e venda de cotações contra ou favor de determinado evento entre os próprios apostadores, e não contra a banca –, a Juventus é claramente a favorita para vencer a próxima Serie A, seguida não de muito longe pela Internazionale de Milão, que na temporada passada foi vice-campeã tanto da Serie A quanto da Liga Europa.

No entanto, cabe ressaltar que o último título nacional da Juventus foi um dos mais difíceis de todos esses nove seguidos, visto que, embora tenha sida campeã com duas rodadas de antecedência, a Velha Senhora não apresentou um futebol muito convincente durante boa parte da Serie A. Além disso, a campanha do time na Liga dos Campeões foi uma tremenda decepção: os italianos foram eliminados ainda nas oitavas de final da principal competição europeia pelo Lyon, que terminou o último Campeonato Francês numa modesta 7ª posição.

Assim, um dia após a eliminação frente à equipe francesa o técnico Maurizio Sarri foi demitido pela diretoria da Juventus, tendo comandado a equipe por apenas uma temporada – num claro contraste com seu antecessor, Massimiliano Allegri, que havia dirigido a Velha Senhora por cinco temporadas. Similarmente, não levou muito tempo para que o clube de Turim se desfizesse de alguns de seus veteranos, como o francês Blaise Matuidi, o bósnio Miralem Pjanić – este, numa espécie de troca com o Barcelona, que vendeu aos italianos o brasileiro Arthur – e o argentino Gonzalo Higuaín.

É nesse cenário que Andrea Pirlo chega para buscar tornar a equipe novamente competitiva a nível europeu. A essa altura é difícil dizer como será o seu estilo enquanto treinador dos bianconeri, mas será no mínimo interessante constatar até que ponto o ex-meio-campista buscará mudar o jeito de jogar da equipe. Afinal, enquanto a Juventus se caracteriza por certo pragmatismo, Pirlo gostava de jogar de forma refinada – ainda que simples –, valendo-se da sua privilegiada visão de jogo. Dito isso, este foi um casamento que deu muito certo quando o ex-meio-campista defendeu as cores do clube, e não será nenhuma surpresa se o mesmo vier a acontecer em 2020/21.

Deixe seu comentário