Zagueiro Erazo destaca perda do título do Galo no primeiro jogo

Do correspondente Marcellus Madureira - Porto Alegre,RS

08-12-2016 01:07:49

Foto: AFP PHOTO / JEFFERSON BERNARDES
Foto: AFP PHOTO / JEFFERSON BERNARDES

O empate por 1 a 1, em duelo na noite desta quarta-feira, em Porto Alegre, não foi o suficiente para o Galo buscar o título da Copa do Brasil. Para o zagueiro Erazo, o primeiro jogo, em Belo Horizonte, quando o Atlético sofreu a derrota em casa, por 3 a 1, foi fundamental para o Grêmio conseguir a taça.

“Foi em Belo Horizonte, time lá foi desorganizado, conseguimos organizar, tentamos jogar, o resultado de hoje é produto do que fizemos em campo. O Grêmio está de parabéns, lutaram até o fim. Agora é descansar, entrar de férias porque ano que vem tem muitas competições”, avaliou o defensor.

A desorganização dita por Erazo foi também observada nos bastidores do Atlético. O presidente Daniel Nepomuceno, inclusive, demitiu o antigo treinador, Marcelo Oliveira, antes do segundo jogo da decisão – atitude nunca antes tomada por um time na final da Copa do Brasil. O jovem Diogo Giacomini foi acionado e correspondeu às expectativas, dando uma cara diferente ao Galo. Com sonho de um futuro melhor, Erazo acredita que é preciso batalhar para conseguir coisas maiores em 2017.

“Foi um jogo que a gente tem que esquecer (primeiro jogo em Belo Horizonte). Agora estamos tranquilos, pensando no ano que vem”, finalizou.

Os jogadores do Atlético agora terão férias e retornam aos trabalhos somente no início de janeiro. A equipe ainda teria mais um jogo na temporada, pelo Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, mas em comum acordo com o clube catarinense e a CBF ficou decidido não entrar em campo, por causa da tragédia com o avião do time alviverde na última semana.

Deixe seu comentário