Futebol/Campeonato Brasileiro

Vasco e Atlético-MG já buscam a recuperação na estreia do Brasileiro

Gazeta Press e Marcellus Madureira - Rio de Janeiro e Belo Horizonte , RJ e BH
15/04/2018 09:25:33

Em: Atlético-MG, Brasileiro Série A, Futebol, Vasco

É possível buscar recuperação logo na estreia? Sim. Pelo menos para Vasco e Atlético-MG, que já iniciam pressionados as suas caminhadas no Campeonato Brasileiro. Ganhar é importante para ambos, que se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). O Cruz-Maltino, que está em situação delicada na Copa Libertadores, perdeu a final do Campeonato Carioca para o Botafogo com requinte de crueldade, pois estava com a taça até os 48 minutos do segundo tempo. O Galo, que no meio de semana foi derrotado pelo San Lorenzo da Argentina por 1 a 0 pela Copa Sul-Americana, também foi superado peloo arquirrival Cruzeiro na decisão do Campeonato Mineiro.

Diante de um cenário de pressão, os dois times sabem da importância de ganhar o primeiro jogo.

Comandado pelo goleiro Martin Silva, o Vasco quer começar o Brasileirão vencendo (Foto: Paulo Fernandes/CRVG)

“Não temos que pensar na situação de momento, nem nossa e nem do adversário. Temos que ir a campo e fazer a nossa parte. Se o Vasco conseguir usar bem o fator campo pode chegar longe neste Campeonato Brasileiro”. disse o lateral-direito Yago Pikachu.

O Galo também sabe que precisa superar os problemas para ganhar.

“Temos que trabalhar com os pés no chão e procurando corrigir os nossos erros. Tenho certeza de que podemos evoluir muito no Campeonato Brasileiro. O nosso time é qualificado e já mostrou isso. As boas partidas que fizemos não podem ser esquecidas por causa de dois jogos. Sabemos de nosso potencial. Vamos recuperar a força”, disse Thiago Larghi, comandante do Atlético-MG.

Após duas derrotas, o Galo tenta voltar a vencer contra o Vasco, no Rio (Foto: Bruno Cantini/CAM)

O desejo de triunfo na estreia se deve muito à fórmula de disputa do Brasileirão.

“A regularidade é algo muito importante no Campeonato Brasileiro e por isso mesmo não podemos pensar na possibilidade de tropeçarmos logo na estreia, mesmo se tratando de um jogo contra um dos melhores times da competição. Sabemos que o elenco do Atlético Mineiro tem muita qualidade, mas o Vasco precisa se impor e fazer a lição de casa. A busca de pontos em casa no começo pode ditar o ritmo ao longo de toda a competição”, afirmou o arqueiro Martín Silva, que em junho deverá deixar o Vasco por cerca de 50 dias para disputar a Copa do Mundo da Rússia pela seleção do Uruguai.

Para este compromisso o Vasco não poderá contar com o zagueiro equatoriano Frickson Erazo, cedido por empréstimo pelo próprio Galo. Assim, Werley assume o posto. O restante do time é uma incógnita. Certo é que o voalnte Wellington volta após cumprir suspensão na final do Estadual e deverá compor trio de proteção aos zagueiros com o argentino Leandro Desábato e com Evander, que atuará um pouco mais avançado. Livre da suspensão imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) por conta do episódio envolvendo João Paulo, o atacante Rildo está liberado para atuar e deve começar no banco de reservas.

Já pelo lado do Galo, Thiago Larghi deverá manter a base dos últimos compromissos. O atacante Roger Guedes, cortado do banco de reservas contra o San Lorenzo por conta de problemas de indisciplina, está tendo o caso analisado pela diretoria. A força do atual time está na experiência de nomes como o volante Elias, os meias Juan Cazares e Rómulo Otero, além do atacante Ricardo Oliveira.

FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ X ATLÉTICO-MG

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 15 de abril de 2018 (Domingo)
Horário: 16h(de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

VASCO: Martín Silva, Yago Pikachu, Paulão, Werley e Henrique; Leandro Desábato, Wellington, Evander e Wágner; Andrés Ríos e Duvier Riascos
Técnico: Zé Ricardo

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Luan, Elias, Juan Cazares e Rómulo Otero; Ricardo Oliveira
Técnico: Thiago Larghi