Em clube árabe, técnico Péricles Chamusca revela sonho de treinar Arábia Saudita

Luca Castilho* - São Paulo,SP

04-03-2019 09:00:16

No comando do Al Faisaly, da Arábia Saudita, desde o final de 2018, Péricles Chamusca tem se destacado no país. Único treinador brasileiro na atual temporada da competição, desde a saída de Fábio Carille, o comandante recentemente renovou seu contrato por mais dois anos com o clube árabe.

Mesmo com o novo compromisso firmado, o brasileiro revelou, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, seu principal sonho no país.

"Meu objetivo individual sem dúvida é fazer um grande trabalho aqui no país e no futuro poder ser lembrado para ser o treinador da seleção da Arábia Saudita. Esse seria um grande objetivo aqui", disse o treinador.


Antes de assumir o Al Faisaly, Chamusca já havia colecionado passagens por outros clubes árabes. No Catar, passou por Al-Arabi, Al-Jaish e no Al-Gharafa, e nos Emirados Árabes pelo Al Shabab. O técnico falou sobre sua vivência internacional.

"A minha experiência aqui na Arábia tem sido muito positiva. As experiências que tive no mundo árabe me ajudaram na adaptação que tenho hoje aqui. Cresceu muito o nível do campeonato e tem sido muito positivo estar aqui nesse ano para desenvolver o trabalho", afirmou o brasileiro.

Atualmente o Al Faisaly ocupa a oitavo colocação da competição nacional, com 30 pontos. O técnico estipulou uma meta principal para ser alcançada. "Meu plano para esse final de temporada é que a gente consiga o objetivo que traçamos com o clube de estar entre os cinco melhores da competição", comentou Chamusca.

Chamusca atualmente comanda o Al Faisaly, da Arábia (Foto: Divulgação)

Campeão da Copa do Brasil com o Santo André, em 2004, e do Catarinense com o Avaí, em 2010, o treinador brasileiro revelou o desejo de voltar ao País para novamente disputar títulos. Seu último clube no Brasil foi o Coritiba, em 2013.

"Sem dúvida que sempre tenho uma grande vontade de retornar ao Brasil. Espero poder retornar, fazer um ótimo trabalho em uma grande equipe do País e reviver o bom momento que tive aí. Já estive em duas finais de Copa do Brasil, com o Brasiliense e com o Santo André, e briguei pelo título na época do São Caetano. Quero estar em uma equipe que brigue de novo por competições nacionais", concluiu Péricles Chamusca.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário