Tite mostra alívio com vitória por três gols de diferença sobre o Vasco

Marcos Guedes - São Paulo,SP

30-07-2015 01:08:25

A goleada por 4 a 1 sofrida pelo Vasco diante do Palmeiras, no último final de semana, aumentou a cobrança por um bom desempenho ofensivo do Corinthians na noite de quarta-feira, contra a formação cruzmaltina. O placar ainda estava zerado no intervalo, mas Tite acabou ficando aliviado com o triunfo por 3 a 0 em Itaquera.

“Era um jogo de maturidade hoje. Tudo o que fizéssemos e fosse menos do que uma vitória, e com um placar elástico, geraria cobrança. Só não falam que 80% dos jogos no campeonato têm diferença de um gol: 1 a 0, 2 a 1... Não tem placar dilatado. Quando isso acontece, é muito pontual”, afirmou.

Ainda assim, o treinador disse ter pregado aos seus atletas que o importante era terminar a noite com mais três pontos ganhos – o triunfo manteve a distância para o líder Atlético-MG em dois. “Queríamos jogar bem e vencer, independentemente do placar”, comentou.

Tite,  técnico do Corinthians, durante partida contra o Vasco, válida pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro 2015, 29/07/2015, Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
Tite observou apenas alguns ajustes do primeiro para o segundo tempo (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Ao fim do primeiro tempo, os torcedores que chegaram ao estádio imaginando goleada também já se mostravam propensos a aceitar de bom grado uma vitória por 1 a 0. Quando saiu o primeiro gol, no entanto, logo a um minuto da etapa final, tudo ficou mais fácil.

“A gente manteve o padrão do primeiro tempo, manteve a criatividade. E ajustou as melhores opções. O time precisava de maturidade para jogar pressionado, com a responsabilidade de construir o placar. Criamos no primeiro tempo, mas pecamos no penúltimo passe e na finalização. No segundo, ajustamos. Nesse ajuste, na melhor escolha, o chute do Renato entrou e contribuiu para a performance”, avaliou Tite.

Deixe seu comentário