Campeonato Paulista

Arena Corinthians | 17/02/2019

Futebol/Campeonato Paulista

Timão chega ao Majestoso com desempenho pior que o do São Paulo

São Paulo , SP
17/02/2019 12:00:43

Em: Campeonato Paulista, Corinthians, Futebol, São Paulo

O Corinthians recebe o São Paulo neste domingo, às 19h (de Brasília), pela 7ª rodada do Campeonato Paulista, em Itaquera. Sem jamais ter sido derrotado pelo rival jogando em sua casa, o Timão chega para o Majestoso com um desempenho surpreendentemente inferior ao do Tricolor neste início de temporada, embora seja o clube do Morumbi quem esteja em crise logo nos primeiros meses do ano.

Ambas as equipes realizaram oito jogos oficiais em 2019. O São Paulo soma três vitórias, um empate e quatro derrotas, com um aproveitamento de 41,6%. Já o Corinthians acumula dois triunfos, três derrotas e outros três empates, tendo de se conformar com um aproveitamento de 37,5%.

Apesar do desempenho inferior do Corinthians, os efeitos dos primeiros resultados do ano foram mais fortes pelos lados do São Paulo. Pelo fato de disputar a Pré-Libertadores e o clube ter feito um grande investimento para brigar por títulos, o técnico André Jardine não resistiu no cargo não só por conta da eliminação para o modesto Talleres no meio de semana, mas também por conta do mau futebol demonstrado neste início de temporada.

O Corinthians, por sua vez, tem mais paciência com seu comandante. Embora Carille também esteja patinando nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista, na Copa do Brasil e na Sul-Americana, a diretoria alvinegra entende que é preciso de mais tempo para o profissional ajustar o time, como já mostrou que tem capacidade para fazer em sua última passagem pelo Parque São Jorge.

“Eu acho que está normal. Eu lembro… Normalmente, nós, brasileiros, temos a memória curta. Em uma época dessa no ano passado eu perdi para Santo André e São Bento quando estava tentando o 4-1-4-1, não deu certo e resolvi mudar. São 14 jogadores que não trabalharam com a minha comissão”, comentou Carille.

O histórico de Carille, muleta que Jardine não possuía para se apoiar, contribui, é claro. Depois de se sagrar campeão brasileiro com um primeiro turno avassalador e bicampeão paulista, com direito à comemoração do título em pleno Allianz Parque, o treinador do Corinthians corre para encaixar as peças o mais rápido possível, mas com uma pressão menor que a de qualquer outro profissional que fizesse o seu trabalho.

Além disso, no primeiro grande teste do Corinthians em 2019, contra o Palmeiras, fora de casa, o time de Carille foi aprovado. Mesmo não agredindo o rival e adotando uma postura extremamente cautelosa, o Timão saiu do Allianz Parque com a vitória por 1 a 0. Já o São Paulo tomou um baile do Santos no Pacaembu, e a derrota por apenas 2 a 0 saiu barata para Jardine e seus comandados.