Súmula relata ofensa de Argel contra auxiliar após eliminação do Inter

São Paulo, SP

01-10-2015 11:08:59

O jogo emocionante entre Palmeiras e Internacional, vencido pelos donos da casa, na última quarta, seguiu gerando discussão mesmo após o apito final. Antes mesmo da crítica esportiva mostrar suas garras, Argel Fucks, técnico do Inter, foi quem reagiu a arbitragem complicada de Wilton Pereira Sampaio assim que o apito final soou no Allianz Parque.

De acordo com a súmula da partida, Argel invadiu o campo após o término do jogo e, com os ânimos exaltados, dirigiu palavras ofensivas ao auxiliar Fabricio Vilarinho. “Você viu o lateral e não marcou porque não quis, você não tem índole, você agiu de má fé”, declarou o treinador antes de virar as costas e sair de campo reclamando em direção aos vestiários.

A arbitragem foi alvo de críticas tanto por parte do Colorado quanto por parte do Verdão. Do lado do Palmeiras, a reclamação foi com relação à conduta adotada por Wilton Pereira Sampaio para repreender Dudu. Na zona mista, após o jogo, o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, mostrou-se temeroso a uma eventual perseguição ao jogador por todo seu histórico, desde o Campeonato Paulista.

Ao passo que o Internacional reclama da marcação do pênalti de Alex em Lucas, que resultou no segundo gol do Verdão, convertido por Zé Roberto, alegando que o marcador colorado escorregou, o Palmeiras contesta uma falta no lance do primeiro gol do Inter, marcado por Anderson, que roubou a bola em jogada faltosa contra Lucas. O juiz deu sequência ao lance que teve um pé alto do jogador do Inter.

Por conta da conduta ofensiva contra o auxiliar, Argel pode ser indiciado ao STJD por descumprir o terceiro inciso do artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que discrimina a falta de conduta ética e o desrespeito com membros da equipe de arbitragem, podendo provocar suspensão de uma a seis partidas, além de multa.

Deixe seu comentário