Gazeta Esportiva

Schweinsteiger torce para Neymar se tornar melhor do mundo

São Paulo, SP

04/05/17 | 15:08 - 04/05/17 | 18:23

Neymar e Schweinsteiger já se encontraram durante as férias (Foto: Reprodução)

Mesmo depois de dois anos sem defender as cores do Bayern de Munique, o meia Schweinsteiger não foge às perguntas relacionadas ao seu antigo clube. Questionado sobre a atual conjuntura da equipe, o jogador revelou que não faria muitas mudanças no que está sendo feito, mas que se fosse diretor de futebol, buscaria a contratação do brasileiro Neymar. Além disso, revelou que espera ver o camisa 10 da Seleção sendo coroado como o melhor do mundo, em breve.

"Não é fácil para ele, pois no Brasil estão procurando alguém com o perfil de Ronaldo e Ronaldinho, e eu acho que Neymar é um jogador que conseguiria se aproximar do que eles fizeram. Eu espero que ele seja o melhor jogador do mundo um dia, e eu desejo a ele tudo do melhor", ressaltou.

Leia mais:

Rafinha comemora penta e se torna brasileiro com mais títulos alemães

Bayern goleia Wolfsburg e conquista o pentacampeonato alemão 

De acordo com o meia da seleção alemã, Neymar seria o primeiro jogador procurado caso pudesse escolher quem joga no Bayern de Munique. "Se você me perguntasse qual jogador eu gostaria de ver no Bayern de Munich, eu responderia Neymar... mas não sei se ele toparia", disse em entrevista ao portal Goal. 

Atualmente defendendo as cores do Chicago Fire, Bastian passou por um momento complicado na última temporada, já que estava encostado no elenco de José Mourinho, no Manchester United. Sem espaço no time do português, o jogador optou por atuar na MLS, mas garantiu que está confiante com seu novo momento.

Segundo a entrevista, Schweinsteiger voltou a mencionar o nome de Neymar e relembrou momentos com o jogador do Barcelona, em suas férias, após a Copa do Mundo de 2014. "De fato, eu sou uma espécie de fã do Neymar, não apenas por seu jogo, mas por sua personalidade", revelou.

"(A conexão) veio através de Dante. Ele estava jogando contra mim na Seleção, durante a Copa, e pediu uma camisa da Alemanha autografada por mim, através de Dante. Todas as vezes que nos enfrentamos em campo, nós nos respeitamos muito. Eu me lembro que quando ganhamos a Copa no Brasil, acabamos nos encontrando durante as minhas férias. Foi uma coincidência (...) Ele é um típico brasileiro. Seu coração é muito bom e, para mim, é um dos melhores jogadores do momento", finalizou.

 

 

 

Deixe seu comentário