Ponte Preta sai atrás, mas consegue empate no fim com a Chapecoense

São Paulo, SP

19-08-2015 23:56:55

A Macaca sofreu no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), na noite desta quarta-feira, mas evitou a derrota diante de sua torcida. Com time misto, a Ponte Preta saiu atrás dos reservas da Chapecoense, mas conseguiu empate dramático aos 42 minutos da segunda etapa, deixando tudo igual na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Após primeiro tempo fraco, Wagner marcou o gol do Verdão do Oeste, estreante em competições internacionais oficiais, aos 12 minutos da etapa complementar. Depois disso, o goleiro Silvio e a cadência de jogo seguraram o placar positivo para a Chape até os 42 minutos, quando Leandrinho aproveitou cruzamento e balançou as redes para salvar o time da casa de um revés.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira (26), na Arena Condá, em Chapecó. Quem se classificar, enfrenta o vencedor do confronto entre Libertad-PAR e Universidad Católica-CHI nas oitavas de final.

O jogo - Priorizando o Campeonato Brasileiro, Doriva entrou com equipe mista na estreia da Copa Sul-Americana. Vinícius Eutrópio, por sua vez, preferiu preservar alguns titulares até da viagem a São Paulo, e escalou apenas reservas para iniciar o confronto.

Assim, viu-se uma partida com ritmo fraco nos primeiros minutos. Desentrosados, ambos os times erravam muitos passes. A primeira chance de gol da partida, então, aconteceu apenas aos 17 minutos, quando Bady aproveitou falha da defesa visitante e rolou na entrada da área para Cesinha, que bateu e viu a bola tirar tinta da trave antes de sair pela linha de fundo.

A Chapecoense apareceu duas vezes no campo de ataque em seguida, mas, em chutes de William Barbio e Roger, não chegou a assustar a Macaca. Ao contrário do início, entretanto, o fim da primeira etapa foi movimentado. Aos 40 minutos, Wagner ajeitou de cabeça para Caramelo, que arrancou pelo direito e cruzou para Roger dominar no peito e chutar para fora, levando perigo. Logo em seguida os mandantes responderam com Cesinha, que recebeu bom lançamento e saiu na cara de Silvio, mas mandou para fora, rente à trave.

Mas, assim como a primeira, a segunda etapa começou devagar, com muitos passes errados e nenhuma criatividade ofensiva das duas equipes. Aos nove minutos, foi a partir de uma jogada individual que Wagner criou a melhor chance da Chape na partida até então, ao receber na esquerda, cortar para dentro em velocidade e bater de cobertura, tirando tinta do travessão alvinegro.

Aos 12 minutos, Doriva fez a primeira substituição do jogo, trocando o meia Felipe pelo atacante Leandrinho. Logo após a troca, entretanto, o treinador da Macaca viu os catarinenses abrirem o placar. Aos 13, Wagner completou cruzamento feito por João Afonso pela direita para anotar o primeiro gol oficial da Chapecoense em competições internacionais e abrir o placar.

Enquanto a Ponte era pressionada pela torcida e precisou partir para cima, a Chape queria aproveitar o bom momento no jogo e os espaços dados pelos adversários. Assim, a partida ficou mais movimentada nos minutos seguintes. Aos 18 minutos, Doriva fez nova troca, colocando Léo Costa no lugar de Bady. Logo depois, Eutrópio substituiu Tiago Costa por Dener Assunção.

Pressionando, a Macaca chegou com muito perigo aos 25, quando Leandrinho bateu forte de fora e parou em belíssima defesa do goleiro Silvio. Buscando manter o resultado positivo, o técnico da Chape lançou os titulares Cleber Santana e Gil no meio-campo da equipe, tirando Nenén e João Afonso. Melhor na partida, então, a equipe catarinense conseguiu controlar a posse de bola até os 42 minutos, quando Leandrinho completou cruzamento de Gilson para salvar a Ponte da derrota e amenizar os protestos da torcida.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 1 x 1 CHAPECOENSE

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 19 de agosto de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Silvio Trucco
Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Ivan Núñez (trio da Argentina)
Público: 3.770 pagantes
Renda: R$ 37.950,00
Cartões amarelos: Caramelo, Wanderson e Rafael Lima (Chapecoense)
GOLS:
PONTE PRETA: Leandrinho, aos 42 minutos do segundo tempo
CHAPECOENSE: Wagner, aos 12 minutos do primeiro tempo

PONTE PRETA: Marcelo Lomba; Jeferson (Gilson), Tiago Alves, Diego Ivo e Jefferson Recife; Juninho, Marcos Serrato, Felipe (Leandrinho) e Bady (Léo Costa); Keno e Cesinha
Técnico: Doriva

CHAPECOENSE : Silvio; Caramelo, Rafael Lima, Thiego e Tiago Costa (Dener Assunção); Wanderson, João Afonso (Gil), Nenén (Cleber Santana) e Wagner; William Barbio e Roger
Técnico: Vinícius Eutrópio

Deixe seu comentário