Gazeta Esportiva

Paulista se coloca como vítima em polêmica com jogador da Copinha

São Paulo, SP

23/01/17 | 13:22

No começo de tarde desta segunda-feira, o Paulista FC se posicionou diante da polêmica envolvendo a suposta irregularidade de um de seus jogadores da Copinha. Após começar a ser investigada pela Federação Paulista de Futebol e o Ministério Público, a equipe de Jundiaí soltou um comunicado oficial ressaltando a integridade dos documentos do jogador Brendon e se eximindo de uma possível falsificação.

O diretor de futebol do Galo do Japi, Antônio Carlos Nogueira de Sá Júnior, junto do presidente da equipe, Pepe Verdugo, irão se reunir na tarde desta segunda-feira com os diretores da FPF para discutir o desenrolar do caso.

A diretoria do Galo se reuniu na manhã desta segunda para discutir a atual situação. Após a derrota por 5 a 1 na semifinal da competição, o Batatais entrou com um ofício na FPF pedindo a apuração sobre a idade do atleta Brendon Carioca.

A denúncia afirmava que o jogador utilizava os documentos de outra pessoa para poder estar dentro do limite de idade do torneio. Em seu comunicado, o Paulista se coloca como vítima de qualquer falsificação possível.

Foto: Reprodução
Paulista pode perder a vaga na final por "gato" na Copinha (Foto: Reprodução)

Campeão da Copinha em 1997, o Galo se justificou argumentando que o mesmo atleta já havia jogado o torneio em 2016, pelo Nacional, time tradicional da capital. O time agora corre o risco de perder a vaga na decisão contra o Corinthians, nesta quarta-feira.

Confira o comunicado na íntegra:

Tomamos da mesma perplexidade a nossos milhares de torcedores, fomos surpreendidos pelas notícias relacionadas à eventual irregularidade na documentação do atleta Brendon Matheus de Araújo Lima. 

Após recebermos, na tarde de sábado (21/01/2017), cópia do ofício encaminhado à Federação Paulista de Futebol pela presidência do Batatais Futebol Clube, naquele momento tomamos todas as providências possíveis para averiguação das informações nela contidas. 

Analisando a documentação e tomando o depoimento do atleta diante de Diretores, Funcionários e do próprio Treinador, o mesmo ratificou a veracidade da documentação, protestando inocência, motivo pelo qual é, à míngua de outras provas, foi o mesmo escalado para a partida semifinal, após contato com a Federação Paulista de Futebol. 

Importante ser frisado que o referido atleta disputou o Campeonato Paulista sub-20 de 2016 por outra equipe, no caso o Nacional EC, tendo vindo da referida agremiação para o Paulista FC.

Assim, caso as investigações sejam comprovadas, somos vítimas e de nenhum modo partícipes desta eventual fraude e, nos colocamos à disposição da Federação Paulista de Futebol para esclarecimentos e revelação rigorosa da verdade. 

O Paulista FC, clube centenário do Futebol Nacional, afirma que sempre e em todo momento agiu na mais estrita boa-fé, não tendo nenhuma participação na possível confecção de eventuais falsificações.

Respeitosamente,

José "Pepe" Verdugo Diaz - Presidente do clube”

 

Deixe seu comentário