Milan não consegue bater o último colocado e vê Liga Europa mais longe

São Paulo, SP

13-12-2015 13:57:04

Hellas Verona's forward from Italy Luca Toni celebrates after scoring a penalty during the Italian Seria A football match AC Milan vs Hellas Verona at San Siro Stadium in Milan on December 13, 2015. AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE / AFP / GIUSEPPE CACACE
O veterano Luca Toni empatou a partida com um gol de pênalti (Foto:AFP/GIUSEPPE CACACE)

Neste domingo, o Milan recebeu o Hellas Verona no San Siro pela 16ª rodada do Campeonato Italiano e, precisando da vitória para tentar se aproximar da zona de classificação a Liga Europa, jogando quase todo o segundo tempo com um a menos depois que De Jong foi expulso, os Rossoneri não conseguiram sair de um empate por 1 a 1. Carlos Bacca abriu o placar depois de assistência de Luiz Adriano e Luca Toni, de pênalti, empatou o jogo.

Com o resultado, o Milan não conseguiu se aproximar da Juventus, quinta colocada na tabela de classificação com 27 pontos e que, neste momento, garantiria uma vaga na Liga Europa de 2016/2017. O empate levou os Rossoneri aos 25 pontos, e agora os milanistas torcem contra os adversários diretos que ainda jogam nesta rodada. Já o Hellas Verona somou apenas o seu sétimo ponto na Série A e ainda não conseguiu deixar a lanterna do Italiano, já que o Carpi, uma posição à sua frente, tem 10 pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Milan visita o Frosinone, domingo (20), às 15h (de Brasília), no Estádio Matusa. Já o Hellas Verona, recebe o Sassuolo, também no domingo, às 12h (de Brasília), no Marcantonio Bentegoddi. Ambos os jogos são válidos pela 17ª rodada do Campeonato Italiano.

O JOGO

A partida começou truncada e sem muitas chances de gol. A primeira oportunidade real de perigo surgiu apenas aos 18 minutos, quando M'Baye Niang recebeu um passe na entrada da área e chutou forte, mas a bola passou ao lado do poste direito de Gollini, goleiro do Verona.

A finalização de Niang pareceu ter acordado os milanistas, já que os donos da casa tiveram outra oportunidade apenas cinco minutos depois. Depois de escanteio cobrado por Bonaventura, Alessio Romagnoli ficou com a sobra e tentou o chute da entrada da área, mas a bola não teve a direção do gol.

A chance mais clara do primeiro tempo, no entanto, veio somente aos 29 minutos. Montolivo deixou Bonaventura de frente com o goleiro. O italiano avançou no mano a mano e chutou rasteiro, mas Gollini estava atento no lance e pulou como um gato para fazer a defesa.

Segundo tempo começa pegando fogo e Carlos Bacca abre o placar para o Milan

AC Milan's forward from Colombia Carlos Bacca celebrates with AC Milan's forward from Brazil Luiz Adriano after scoring a goal during the Italian Seria A football match AC Milan vs Hellas Verona at San Siro Stadium in Milan on December 13, 2015. AFP PHOTO / GIUSEPPE CACACE / AFP / GIUSEPPE CACACE
Luiz Adriano deu o passe para Carlos Bacca abrir o placar (Foto: AFP/GIUSEPPE CACACE)

O segundo tempo começou bem mais agitado. Com menos de três minutos, Ioniţă já havia acertado o poste esquerdo em uma cabeçada na marca do pênalti e o Milan já tinha respondido com outro cabeceio, de Bonaventura, que Gollini salvou de forma espetacular.

Depois de duas boas chances desperdiçadas por ambos os lados, o Milan finalmente abriu o marcador aos sete minutos. O brasileiro Luiz Adriano rolou a bola para Carlos Bacca que, de dentro da área, chutou firme, no alto, sem chances para o goleiro.

De Jong comete pênalti, é expulso e deixa Milan com um a menos. Luca Toni converte a penalidade e empata

No entanto, com 11 jogados, o Verona não somente chegou ao empate, como passou a ter um jogador a mais em campo. Ioniţă avançou no ataque e foi derrubado por Nigel De Jong, dentro da área. O árbitro assinalou pênalti e, pela gravidade da falta, mostro o cartão vermelho para o volante holandês do Milan. Na cobrança, Luca Toni chutou firme, no alto do gol, e empatou o jogo para os visitantes.

O Milan ainda teve mais uma chance de ficar à frente do placar aos 40 minutos do segundo tempo. Depois de Bonaventura cobrar escanteio, a zaga do Verona afastou e a bola caiu nos pés de Bertolacci, que bateu forte, mas a bola passou a centímetros do gol. Uma ótima chance para os donos da casa.

Deixe seu comentário