Médicos da Premier League acusam Mourinho de imprudência em polêmica

São Paulo, SP

12-08-2015 13:11:30

Os comentários de José Mourinho sobre o departamento médico do Chelsea repercute mal na Inglaterra. Após ser criticado por jornais, o técnico português foi alvo de um comunicado divulgado pelo Grupo de Médicos da Premier League – associação de profissionais da área que trabalham no Campeonato Inglês.

Os comentários de José Mourinho sobre o departamento médico do Chelsea repercute mal na Inglaterra. Após ser criticado por jornais, o técnico português foi alvo de um comunicado divulgado pelo Grupo de Médicos da Premier League – associação de profissionais da área que trabalham no Campeonato Inglês. <p>

Mourinho é acusado de imprudência por comentar que a médica Eva Carneiro deveria ter “entendido o jogo” antes de entrar em campo para atender Eden Hazard. No empate em 2 a 2 com o Swansea, o Chelsea atuava com um jogador a menos quando ocorreu o atendimento. Os minutos com nove atletas em campo enfureceram o treinador, e tanto a médica quanto o fisioterapeuta Jon Fearn foram afastados da comissão técnica da equipe.<p>

Segundo o Grupo de Médicos do Campeonato Inglês, as declarações de Mourinho passam uma mensagem errada sobre a importância da saúde dos jogadores. “Doutores trabalhando no futebol têm as mesmas éticas que qualquer outro do Reino Unido”, pondera a associação. “Remover a Dra. Eva Carneiro do banco de reservas do Chelsea na próxima partida é injusto ao extremo.”<p>

A dupla de médicos foi chamada a adentrar ao gramado pelo próprio árbitro da partida quando Hazard ficou caído no gramado do Stamford Bridge. Mas o meio-campista não precisou de tratamento demorado e logo voltou a campo. Segundo especula o jornal inglês <i>Telegraph</i>, a tendência é que ambos os médicos sejam afastados da comissão técnica do Chelsea.<p>

Deixe seu comentário