Gazeta Esportiva

Liga dos Campeões pode ser primeiro título de Torres pelo Atlético de Madrid

São Paulo, SP

26/05/16 | 09:53

Cria da base, Torres nunca conquistou um título com a camisa do Atlético de Madrid (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)
Cria da base, Torres nunca conquistou um título com a camisa do Atlético de Madrid (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)

Fernando Torres tem de lidar com a ansiedade às vésperas da final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Atlético de Madrid. O atacante revelado pelas categorias de base do clube colchonero vive a possibilidade de conquistar seu primeiro título com a camisa do Atleti e espera escrever seu nome na história do clube com a conquista inédita do torneio de clubes mais importante do mundo.

“Como colchonero vivi tudo. Categoria de base, equipe profissional, rebaixamento, retorno à primeira divisão, luta pela Europa, despedida do clube... Agora me resta uma coisa a fazer como profissional e como jogador desta equipe. Vivi tudo que é possível com o Atlético com a exceção de ganhar um troféu e este é o maior de todos”, comentou Torres.

Fernando Torres encontrou uma realidade no clube bem diferente da que havia quando se despediu de sua ‘segunda casa’ para atuar na Inglaterra. Agora, o time colchonero é considerado um dos melhores do mundo, protagonista na Europa e com uma estrutura, segundo ele, superior à de outros momentos, quando ainda não havia qualidade suficiente para brigar por grandes títulos contra os gigantes do continente.

“Quando comecei a jogar na equipe profissional estávamos na segunda divisão. Agora estamos na final da Liga dos Campeões. Tudo é diferente, tudo mudou. Desde os jogadores, que são melhores, o clube, os campos de treinamento... Somos um dos melhores times da atualidade. Tudo melhorou e estou feliz por isso”, ressaltou ‘El Niño’.

Depois de perder a final da Liga dos Campeões em 2014 justamente para o Real Madrid, na prorrogação, o Atlético espera levar a melhor dessa vez em Milão, na Itália. Essa será a chance para o time do técnico Diego Simeone se vingar do fatídico revés e o próprio Fernando Torres admite que o duelo entre os dois times da capital espanhola tomou ares de rivalidade ainda maiores.

“Somos dois times lutando pelo mesmo troféu, dois times da mesma cidade. Agora mesmo é o maior duelo”, finalizou.

Deixe seu comentário