Futebol Internacional

Leonardo evita falar em negócio fechado por Paquetá, mas admite acordo

São Paulo , SP
11/10/2018 12:17:37

Em: Flamengo, Futebol, Futebol Internacional, Futebol Italiano, Milan

Se restava uma posição oficial do próprio Milan quanto aos rumores de um acerto com o jovem jogador do Flamengo Lucas Paquetá, ela foi dada em nome do diretor esportivo do clube, o brasileiro Leonardo. Durante uma premiação, o dirigente confirmou o que foi especulado desde a noite da última segunda-feira e indicou um acerto pelo meia-atacante, mas evitou falar em “negócio fechado”.

“Temos um acordo básico com o Flamengo, mas o mercado abre apenas dia 3 de janeiro, e a oficialização não pode acontecer. Mas o acordo está concluído. Agora nós temos que pensar nas competições que estamos disputando e ele no Flamengo”, disse Leonardo, em declarações citadas pela Gazzetta dello Sport.

Leonardo desempenha a função de diretor esportivo do Milan (Foto: AFP)

Ao que tudo indica, a negociação do Milan com o Flamengo por Paquetá deve girar em torno dos 35 milhões de euros (cerca de R$ 152 milhões). O clube carioca, porém, deve ficar com 70% desse valor, quantia referente ao percentual dos direitos econômicos do jogador. Mesmo com o negócio encaminhado, Leonardo fez questão de frisar que a referência do atual elenco Rubro-Negro tem compromissos a cumprir.

“Paquetá ainda é jogador do Flamengo e deve jogar as próximas partidas do Campeonato Brasileiro. Ele tem mais 10 jogos na competição nacional e o Flamengo ainda está na briga pelo título. Nós devemos esperar o dia 3 de janeiro (2019)”, completou o diretor esportivo.

Na busca da retomada no protagonismo em âmbito nacional e continental, o Milan deve ter uma atuação de impacto na próxima janela de transferências. Além de Paquetá, outro nome que tem sido especulado no clube italiano é o de Ibrahimovic, atualmente no LA Galaxy, dos Estados Unidos. Quanto ao sueco, porém, o dirigente despistou.

“É normal que haja uma conexão pessoal com ele (Ibrahimovic). Quando chegamos, pensamos nisso, mesmo com 37 anos ele pode impulsionar o time. Mas a janela está fechada, temos que pensar com calma e não esquecer que há as questões do Fair Play Financeiro para serem cumpridas. Queremos construiu um time competitivo”, finalizou Leonardo.