Jogadores do Paraná mostram ter incorporado filosofia de Diniz

Luiz Felipe Fagundes, correspondente - Curitiba,PR

28-07-2015 23:31:30

O Paraná Clube parece já ter incorporado a filosofia do técnico Fernando Diniz. Mostrando disposição e qualidade no toque de bola, o Tricolor venceu e convenceu diante do Náutico, por 2 a 0, pela Série B do Campeonato Brasileiro nesta terça-feira. Uma das consequências da nova fase é o retorno da torcida para as arquibancadas da Vila Capanema, o que para o experiente goleiro Marcos é parte da fórmula para o time deslanchar.

“Quando nós mostramos dentro do campo, a torcida vem junto. Só nos incentiva ainda mais para continuar trabalhando e dar alegria”, sentimento que também está no modo do time jogar, como exaltou o jogador paranista. “Em campo a gente tem que ter alegria, futebol é alegria. Com a bola no pé ter liberdade, tocar bastante, e sem a bola cada um fazer sua parte“, completou.

A confiança do grupo também está em alta, e o atacante Fernando Viana, autor do segundo gol, acredita que antes de a bola rolar o grupo estava preparado psicologicamente para buscar o resultado e, naturalmente, voltar a sonha mais alto. “Entramos capacitados para buscar o resultado. A gente está neste espírito de subir bem na tabela e buscar esse G4 o quanto antes”, projetou.

Postura que modificou com a chegada do novo treinador, que exige muito dos atletas, que até então, segundo o meia Rafael Carioca, estavam em uma posição passiva em meio à crise. “A gente estava sendo cobrado. Mas a cobrança vinha de fora para dentro, e a gente não estava se cobrando. Agora, nos dois últimos jogos ,o volume maior foi nosso. Hoje conseguimos concluir nossa jogadas de gol e a vitória nossa”, avaliou.

Mas as cobranças duras de Diniz servem ainda para tirar de cada um o melhor dentro de campo. É o caso do volante Jean, que teve mais liberdade se mostrou totalmente à vontade na função. “Ele quer explorar o máximo de cada um e nem eu mesmo sabia que tinha essa capacidade de sair jogando. Ali no meio o professor diz que nós jogamos com 11 volantes e 11 atacantes”, concluiu.

Agora, o Tricolor da Vila tentará confirmar o embalo jogando novamente em casa no final de semana. No sábado, encara o CRB, com projeção de casa cheia, já que a diretoria pode repetir a promoção de ingressos que tem ajudado a aumentar o público na Vila Capanema.

Deixe seu comentário