Jadson fica no banco no Derby; Renê Júnior só volta na segunda final

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

30-03-2018 11:58:06

O meia Jadson vai voltar ao banco de reservas do Corinthians na partida contra o Palmeiras, neste sábado, às 16h30 (de Brasília), em Itaquera, pela primeira final do Campeonato Paulista. Fora da equipe desde a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol, no dia 8 deste mês, o camisa 10 perdeu as últimas seis partidas por causa de problemas na coxa direita, mas treinou na manhã da sexta e mostrou estar recuperado.

"Jadson está relacionado, fez um treino com bola. Creio que, por um período pequeno, de 15, 20 minutos, eu tenho ele como opção no banco de reservas", comentou o técnico Fábio Carille, que perdeu o armador nas últimas partidas devido a uma inflamação no adutor seguida de uma contratura muscular no reto-femoral, contusões combinadas nos últimos dias.

Nesta sexta, Jadson ficou como curinga no treino técnico em campo reduzido realizado pelos jogadores, aguentando até o encerramento da atividade, algo visto como essencial para recolocá-lo à disposição. Titular até virar desfalque, ele deve ter sua condição plena de atuar apenas no segundo jogo da decisão, agendado para o Allianz Parque, às 16h (de Brasília) do domingo, dia 8 de abril.


Outro que passou os últimos dias recuperando-se de lesão, o volante Renê Júnior aparentou estar até em melhor condição do que o companheiro, deixando de ser curinga e participando em um dos times na movimentação. Na avaliação de Carille, porém, a demora em recuperar o estiramento grau 1 na coxa esquerda, sofrido no empate por 1 a 1 com o Santos, ainda impede a utilização do meio-campista.

"Renê está fora desse jogo, foi muito tempo parado, mas para o próximo ele estará relacionado. Mas você ter a experiência de um Jadson, volta do Balbuena, te enche de opções", avaliou o comandante, que deixou aberta a possibilidade de escalar qualquer um dos relacionados.

"No jogo contra o São Paulo, por exemplo, não imaginava ter de usar o Danilo. Mas vi que a bola estava passando muito ali, 33 cruzamentos, preferi colocar um cara que é mais alto, tem presença de área, é frio. Se tiver me mostrando ali, tenho total confiança de colocar em campo", concluiu.

Deixe seu comentário