Huesca goleia o Valladolid e respira no Campeonato Espanhol

São Paulo, SP

01-02-2019 19:52:47

A situação ainda á complicada, mas o Huesca deu um passo rumo à sobrevivência no Campeonato Espanhol nesta sexta-feira. Pela abertura da 22ª rodada, o time comandado por Francisco Vílchez recebeu, no El Alcoraz, o Valladolid, em momento conturbado na temporada, e venceu com tranquilidade por 4 a 0. Os gols foram marcados por Enric Gallego, no primeiro tempo, Jorge Pulido, Moi Gomez e Avila na segunda etapa.

Com os três pontos, o Huesca chegou aos 15 e ganhou um respiro, mesmo que ainda na lanterna do Espanhol. No próximo domingo, dia 10, o time terá pela frente, fora de casa, o Girona. Já o Valladolid tentará a recuperação no José Zorrilla, dentro de casa, diante do Villarreal.

O JOGO

O jogo começou com as duas equipes buscando o gol e criando chances claras para abrir o placar. Logo aos três minutos, Ruben Alcaraz subiu mais que a defesa adversária e testou firme para o gol, mas Roberto Santamaria se esticou e espalmou para a linha de fundo. A resposta do Huesca veio três minutos depois, quando Enric, também pela jogada aérea, completou de cabeça, mas também parou no goleiro.

A intensidade dos primeiros minutos, aos poucos, foi cessando e dando lugar a um jogo mais equilibrado e menos intenso. E foi nesse estilo que, aos 19 minutos, o Huesca abriu o placar com Enric, que encontrou espaço no meio da defesa e arrematou com um chute rasteiro que morreu no fundo da rede.

Na frente do placar, o Huesca diminuiu bastante o ritmo, deu a bola ao Valladolid e passou a se precaver defensivamente com as estocadas ofensivas do adversário. Assim, conseguiu controlar a partida, correr poucos riscos defensivos e até assustar, indo para o intervalo com a vantagem mínima.

O Huesca voltou para o segundo tempo com a mesma intensidade que iniciou a partida. E assim conseguiu rapidamente ampliar o placar e encaminhar o triunfo. Aos cinco minutos, o escanteio batido para a pequena área foi bem aproveitado por Jorge Pulido, que subiu mais que a defesa e testou para as redes. Três minutos depois, Moi Gomez aproveitou o rebote e fez o terceiro.

A vantagem ficou ainda maior e virou goleada. Apático, o Valladolid passou a sofrer muito defensivamente, mostrou pouco repertório ofensivo e levou o quarto gol aos 29 minutos, de Oscar Plano. Entretanto, após revisão do VAR, o tento foi anulado. Três minutos depois, saiu outro, dessa vez confirmado, pelos pés de Avila, que teve o trabalho apenas de empurrar para o gol já sem goleiro.

Deixe seu comentário