Futebol/Avaí

Geninho diz ter treinado pênaltis e fala da importância de ter uma semana cheia de trabalho

São Paulo , SP
14/04/2019 21:21:08

Em: Avaí, Bastidores, Campeonato Catarinense, Futebol

O Avaí sofreu, mas está na final do Campeonato Catarinense. Após empatar com o Criciúma em 1 a 1 no tempo normal, a partida foi para os pênaltis. Lucas Frigeri defendeu duas cobranças e o Leão da Ilha venceu a disputa por 4 a 2. Geninho falou sobre a a atuação, que não achou ideal. O treinador ainda confirmou que o time treinou batidas de pênalti.

“É normal, estamos trabalhando com um time jovem. O Daniel, artilheiro do campeonato, nunca tinha disputado jogos nesse nível. É uma situação nova para um jogador rodado, mas que ainda não viveu essas situações. Tivemos jogadores no sacrifício. Estava temeroso com essa partida. Se o Criciúma abre o placar, seria pior ainda”, destacou o treinador.

Geninho falou sobre a disputa de pênaltis. Ele defendeu que tem bons goleiros no elenco, e revelou que já vinha treinando, desde antes da partida decisiva contra o Vasco, pela Copa do Brasil.

Avaí bateu o Criciúma nos pênaltis e está na final do Catarinense (Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC)

“Treinamos muito pênaltis. Desde antes do jogo contra o Vasco. Bateram com tranquilidade. O Lucas fez o que tinha que fazer. Estamos na final, atingimos o objetivo. Estava tranquilo,nosso aproveitamento foi muito bom.Não estava preocupado”, revelou Geninho.

Sem compromisso no meio de semana, o treinador terá a semana cheia para estudar a Chapecoense e se preparar para o jogo decisivo. A final está marcada para o próximo domingo, dia 21, às 16 horas (de Brasília), na Ressacada.

“É uma semana que tem que destrinchar tudo do adversário. Temos um bom suporte para nos dar todas as informações. Até em relação aos pênaltis. E eles já estavam trabalhando no Figueirense e Chapecoense”, indicou. “A motivação já vem com a disputa do título. A chance de colocar o nome do Avaí em uma taça, depois de sete anos”, falou sobre a motivação para a decisão.