Vaias a Piqué podem fazer Espanha mudar palco de jogo contra ingleses

São Paulo, SP

07-09-2015 08:48:47

As crescentes críticas ao zagueiro Piqué, que, na cidade de Oviedo, voltou a ser hostilizado pela torcida espanhola durante o jogo contra a Eslováquia, pelas Eliminatórias da Eurocopa, podem fazer a Federação Espanhola de Futebol repensar o local do amistoso contra a Inglaterra, dia 14 de novembro, marcado primeiramente para Madri. Por ser um jogador do Barcelona, Piqué poderia ser alvo de maiores protestos jogando na cidade do rival.

A Federação Espanhola de Futebol já pensa, inclusive, em um palco para levar a partida amistosa. Diante da negativa com relação ao Santiago Bernabéu, o estádio Rico Pérez, na cidade de Alicante, surge como uma opção a ser considerada. A última vez que a seleção espanhola atuou em Alicante foi em outubro de 2011, em jogo válido pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2012, quando venceu a Escócia por 3 a 1.

Sem concordar com as vaias a Piqué dentro de campo, Vicente Del Bosque – que por enquanto evita falar da renovação contratual – deve repensar se convocará o atleta para enfrentar os ingleses no Bernabéu, em jogo que marcará a estreia do novo uniforme espanhol para a Eurocopa. “Foi muito desagradável. Para mim, é lamentável que vaiem um jogador da seleção espanhola. Espero que não se repita”, condenou o técnico.

Miguel Ángel Villar, presidente da RFEF, ainda pondera mudar o local do amistoso contra os ingleses, mas não existe nenhuma posição definida até então. O técnico espanhol aproveitou o assunto sobre Piqué para defender o zagueiro de algumas acusações: Piqué foi visto saindo de uma boate em Gijón durante a madrugada, mas Del Bosque garante ter lhe dado sua permissão.

Companheiro na seleção e no Barcelona, o lateral Jordi Alba, autor de um dos gols na vitória sobre a Eslováquia, foi outro a rechaçar as críticas a Piqué. “Não me parece nada bom, é um jogador da seleção que sempre se mostrou comprometido. Ele sempre disse que honrou a camisa e deu tudo de si. Não é agradável para a seleção que a torcida o critique”, comentou o atleta.

A postura crítica da torcida diante de Piqué virou até mesmo assunto de Estado. Ao saber das vaias ao zagueiro, o ministro de Educação, Cultura e Esporte, Iñigo Méndez de Vigo, condenou o comportamento dos torcedores. "A mim todas as vaias me parecem muito mal. Defendo que é preciso respeitar os hinos, os símbolos, as pessoas, e peço que não vaiem nada nem ninguém. Quando alguém veste a camisa nacional é preciso respeitar", declarou.

Com a última vitória sobre a Eslováquia, a Espanha assumiu a ponta do Grupo C, com os mesmos 18 pontos dos eslovacos. A Ucrânia, terceira colocada, tem três pontos a menos. Nesta terça, às 15h45 (de Brasília), os espanhóis visitam a seleção da Macedônia, lanterna da chave com apenas três pontos somados.

Vaiado em campo e hostilizado em saída de boate:

https://www.youtube.com/watch?v=SKxWe4_aVCE

Deixe seu comentário