Gazeta Esportiva

Tumultos no clássico holandês entre Feyenoord e Ajax resultam em 64 prisões

AFP - São Paulo,SP

19/12/21 | 20:58

A polícia de Roterdã confirmou que usou um canhão d’água para dispersar um grupo de “várias dezenas” de manifestantes nas proximidades do Estádio De Kuip, antes do clássico entre Ajax e Feyenoord deste domingo.

Torcedores do Feyenoord nos arredores do Estádio De Kuip (Foto: ANP/AFP)

64 pessoas foram detidas por “violência”, foi anunciado ao longo do domingo. A partida foi vencida pelo Ajax por 2 a 0. Uma porta-voz da cidade confirmou à AFP, antes do jogo, que a situação estava “sob tensão”.

Segundo a ANP, o ônibus do Ajax foi atacado com sinalizadores na chegada ao estádio. A agência de notícias holandesa também informou que um grupo de 100 a 150 pessoas jogou sinalizadores e garrafas contra a polícia e um “punhado de pessoas” foi preso.

A partida, que aconteceu a portas fechadas devido as restrições sanitárias, tem sido mais explosiva devido à presença do ex-jogador do Feyenoord, Steven Berghuis, cuja transferência para o Ajax esta temporada foi amplamente criticada.

Torcedores acenderam sinalizadores perto do estádio (Foto: ANP/AFP)

O Feyenoord possui a reputação de ter alguns dos torcedores mais violentos da Europa. Hooligans foram identificados em atos na cidade em janeiro e no final de novembro de 2021.

A Holanda está em “confinamento” desde domingo, durante as festas de final de ano, para tentar impedir a quinta onda da covid-19 e a forte progressão da variante ômicron.

Deixe seu comentário