Time de Felipão é campeão da Ásia, vai ao Mundial, e técnico alcança marca histórica

São Paulo, SP

21-11-2015 13:11:39

Luiz Felipe Scolari mostrou ainda entender de torneios continentais e conquistou mais uma taça para o currículo, desta vez, na Ásia. Na manhã deste sábado, em casa, Felipão e seus comandados conquistaram a Liga dos Campeões asiática ao vencerem o Al-Ahli, dos Emirados Árabes, por 1 a 0, com um golaço do ex-botafoguense Elkeson.

Aos nove minutos do segundo tempo, o atacante deu uma meia-lua de costas para o defensor dentro da área, saiu na cara do goleiro e tocou de bico para o fundo das redes, levando à loucura a torcida chinesa que lotou o Tianhe Stadium. Somado ao empate em 0 a 0 no jogo de ida, o Guanghzou leva pela segunda vez na história o título e ainda se classifica para o Mundial de Clubes, em dezembro.

O time chinês, que tem no seu elenco o ex-corintiano Paulinho, o ex-santista Robinho e o ex-cruzeirense RIcardo Goulart, estreia no torneio no dia 13 de dezembro, em Osaka, para enfrentar o América do México. Quem vencer o confronto terá pela frente o Barcelona nas semifinais.

Com dois títulos logo em sua primeira temporada no time chinês, Paulinho ressaltou o trabalho em equipe e festejou a boa fase individual, vislumbrando seu segundo Mundial na carreira, já que foi campeão com o Corinthians em 2012.

“Quando se trabalha duro e com seriedade, os objetivos ficam mais próximos. Felizmente, este é um grupo de muita qualidade e dedicação, o que facilita muito alcançar nossas metas. Tem sido uma temporada abençoada para todos nós. Agradeço ao apoio da minha família, à motivação que o Felipão e a comissão técnica sempre me passaram e à dedicação de cada companheiro. Sinto-me privilegiado por já poder levantar mais uma taça logo em minha primeira temporada aqui na China e por poder participar de mais um Mundial na minha carreira. Fui campeão em 2012 com o Corinthians e é uma alegria inexplicável, pela qual lutarei até o fim novamente!", comemorou.

Marca histórica - Para Felipão, o título representa a quebra de um recorde que só o italiano Marcelo Lippi havia alcançado: vencer dois torneios continentais distintos. Além do título asiático, o gaúcho conquistou a América do Sul com o Grêmio, em 1996, e com o Palmeiras, em 1999.

Confira o golaço de Elkeson que deu ao Guanghzou Evergrande o bicampeonato asiático:

https://twitter.com/JDNalton/status/668058793352278017

Deixe seu comentário