Futebol Internacional

Platini é inocentado de recebimento de propina pela justiça suíça

São Paulo , SP
26/05/2018 11:09:08 — 26/05/2018 15:23:34

Em: Futebol, Futebol Internacional
Platini foi banido de todas as atividades ligadas ao futebol (Foto: Jean-Christophe Verhaegen/AFP)

Nesta sexta-feira, Michel Platini foi declarado inocente pelo Ministério Público da Suíça no caso da recebimento de propina, segundo informações publicadas pelo jornal francês Le Monde. O ex-presidente da Uefa era acusado de ter recebido um pagamento não declarado de 1,8 milhão de euros (cerca de 7,7 milhão de reais), por uma assessoria prestada a Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, em fevereiro de 2011.

O jornal francês relata que teve acesso a uma carta assinada por Cedric Remund, promotor do Ministério Público da Suíça enviada em 24 de maio a Vincent Solari, advogado do ex-jogador francês.

Devido a acusação, o ex-jogador francês foi banido do futebol por quatro anos pelo Comitê de Ética de Fifa e ficará suspenso até outubro 2019. Com a decisão favorável, Platini espera “decência” do maior órgão do futebol mundial em relação a sua suspensão.

“Espero que a Fifa tenha o valor e a decência de retirar minha suspensão. Do contrário, meus assessores tomarão as medidas necessárias para anular a suspensão da Fifa. A novela vai continuar”, pontuou Platini em entrevista à AFP.

Vale lembrar que Joseph Blatter também recebeu suspensão das atividades ligadas ao futebol, válida por seis anos, por pagamentos considerados irregulares durante a sua gestão como presidente da Fifa.