Gazeta Esportiva

Jogo decisivo no Chile é cancelado após briga de organizadas no campo

São Paulo, SP

07/12/15 | 08:56

Torcedores de Santiago Wanderers e Colo Colo travaram uma batalha campal no estádio Elías Figueroa (Foto: ANDRES PINA/AFP)
Torcedores de Santiago Wanderers e Colo Colo travaram uma batalha campal no estádio Elías Figueroa (Foto: ANDRES PINA/AFP)

Colo Colo e Santiago Wanderers iriam se enfrentar neste domingo, no estádio Elías Figueroa, em Valparaíso. Iriam, porque o duelo não aconteceu. O jogo era decisivo para o Colo Colo, que brigava pela liderança do Campeonato Chileno ao lado da Universidad Catolica. No entanto, os torcedores que compareceram ao estádio acabaram invadindo o campo e travaram uma verdadeira batalha, fazendo com que o confronto fosse cancelado.

As torcidas organizadas de Colo Colo e Santiago Wanderers permaneceram dentro de campo durante 25 minutos. Com pouco efetivo para acabar com a briga, a polícia chilena só foi agir quando o espetáculo já havia sido estragado. Fora do estádio também houve confrontos, o efetivo policial deteve alguns envolvidos, mas apenas 15 minutos após o início da tragédia.

Cadeiras, ferros, pedaços de pau e outros objetos foram usados como armas pelas torcidas. Mesmo com o cancelamento da partida, o Colo Colo se sagrou campeão do Apertura já que a Universidad Catolica acabou derrotada, no entanto, o presidente da Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile, Jaime Baeza, se negou a entregar o troféu para o clube, mesmo assim, os Caciques não correm o risco de perderem o título, já que a única maneira de acontecer isso era se o time não entrasse em campo contra os Wanderers.

“Não é a primeira vez que acontece e ninguém faz nada, não se tomam medidas sérias. Acho que hoje teria que ser a última vez e não deixarem mais entrar essas pessoas no estádio, porque mancha o futebol. Mas isso não tira a nossa felicidade de ser campeão”, disse Jaime Valdés, meia do Colo Colo.

O duelo entre o campeão chileno e o time da capital deverá acontecer com os portões fechados, na próxima quarta-feira.

Deixe seu comentário