Jogador é preso por suposto envolvimento em morte de jornalista

São Paulo, SP

11-08-2015 14:32:42

De acordo com informações do Ministério do Interior do Azerbaijão, antiga república soviética, o atacante Javid Huseynov, do Gabala, foi preso nesta terça por suposto envolvimento na morte do jornalista Rasim Aliyev, espancado até entrar em óbito na última quinta-feira. Segundo o órgão, o jogador e seu irmão ligaram para o jornalista na última semana protestando contra uma publicação em sua rede social.

Capitão do time azeri, Huseynov comemorou a vitória sobre o Apollon Limassol, do Chipre, em jogo pela Liga Europa, exibindo a bandeira da Turquia, país que ocupa, desde 1974, um terço do território cipriota com uso de aparato militar. Repreendido pelo ato por alguns presentes, o jogador foi alvo de uma publicação do jornalista dois dias depois, sendo chamado de mal-educado.

Rasim Aliyev disse que não gostaria que um atleta que mal sabe se comportar representasse o país nos estádios da Europa. Incomodado com as críticas sobre Huseynov, um familiar do jogador e outros quatro homens agrediram o jornalista que, horas depois, já hospitalizado, sucumbiu aos ferimentos e morreu.

O jogador do Gabala é acusado de ser cúmplice na ação por saber da intenção agressora do primo e não impedi-lo, de acordo com as autoridades locais. A pena para uma ação do tipo pode ser de até três anos de prisão.

Deixe seu comentário