Com Brasil incluído, Guardiola barra convocação para países em fase vermelha

São Paulo, SP

05-03-2021 16:42:37

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, pretende barrar a convocação nacional dos seus jogadores para as eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Com isso, Gabriel Jesus, Éderson e Fernandinho, se chamados por Tite, não seriam liberados pelo clube inglês. A decisão segue uma lista que cita países em "zona vermelha" como de alto contágio. Nesse sentido, todos os países da América do Sul e da África estão presentes, assim como Portugal (único europeu).

"Eles não irão voar. Isso é certeza. Se conseguirem voar, jogar pela seleção nacional e voltar direto para os treinos, eles voarão. Investimos muito tempo e dinheiro na parte importante da temporada e se seis, sete, ou oito jogadores não puderem jogar conosco, não faz sentido, honestamente. Não faz sentido", disse o treinador em entrevista coletiva.

O Campeonato Inglês permitiu que os clubes tivessem decisões próprias sobre a liberação diante das eliminatórias. Caso as equipes permitirem a participação de seus jogadores, os mesmos terão que passar por um período de quarentena antes de voltar à rotina do clube.

"Queremos deixá-los ir para a seleção nacional. Sei o quanto é importante para eles. Eu nunca diria para não irem representar o seu país e se preparar para a Copa da Europa, Copa dos Estados Unidos, ou qualquer outra coisa. Mas não faz sentido fazer isso e não jogar por dez dias", completou Guardiola.

O Brasil irá jogar pelas eliminatórias no dia 26 deste mês contra a Colômbia, fora de casa. Para a situação, Tite pode precisar recorrer a jogadores que atuam na América do Sul.

Deixe seu comentário