Futebol/Copa da Inglaterra

Gerrard quer se despedir do Liverpool com taça da Copa da Inglaterra

GazetaEsportiva.net - Liverpool, - Inglaterra
06/01/2015 16:05:00

Em: Campeonatos, Futebol, Futebol Inglês, Futebol Internacional, Liverpool

Mesmo depois de sofrer para bater o AFC Wimbledon, por 2 a 1, o técnico do Liverpool está confiante no título da Copa da Inglaterra. Além disso, Brendan Rodgers destaca a taça como a despedida ideal para o ídolo Steven Gerrard, que está de saída para o Los Angeles Galaxy e marcou os dois gols que levaram os Reds à quarta fase do torneio.

“Não haveria maneira melhor de encerrar a história dele aqui. O Steven foi espetacular, teve uma performance individual brilhante. Marcou dois gols, e se fosse mais fominha, poderia ter feito até mais”, destacou Rodgers.

Além de fechar com chave de ouro a gloriosa e exemplar história de Gerrard no Liverpool, o título teria um sabor especial para o meia: a final está marcada para o dia 30 de maio, data do aniversário de 35 anos do capitão – 27 deles vividos no clube.

Os dois gols anotados na partida levaram o jogador à marca dos 182 gols marcados em 696 jogos pelo clube de Anfield Road, o único que ele defendeu na carreira.

“Ele é um jogador top de linha. Está mais velho e às vezes o cansaço aperta, mas continua sendo um dos nomes mais incríveis do futebol mundial. Ele tem o sopro de qualidade que esse time precisa”, avaliou o técnico, que chegou a deixar o ídolo no banco em algumas oportunidades na temporada 2014/2015.

Além do comandante, Gerrard também sonha com a possibilidade de se despedir com o título em Wembley, onde será disputada a grande decisão do torneio de futebol mais antigo do mundo.

“Torço muito para que isso aconteça. É disso que os sonhos são feitos. Eu cresci amando a Copa da Inglaterra e essa é a minha última oportunidade, então eu quero aproveitar o máximo e chegar até o fim”, afirmou o jogador.

Gerrard já conquistou a Copa da Inglaterra duas vezes, em 2000/2001 e 2005/2006
Gerrard já conquistou a Copa da Inglaterra duas vezes, em 2000/2001 e 2005/2006 – Credito: AFP