Fifa volta a defender uso do auxiliar de vídeo nas partidas

São Paulo, SP

23-02-2017 13:55:54

Em uma semana marcada por outra grande polêmica de arbitragem no Brasil, com a expulsão equivocada de Gabriel no clássico entre Corinthians e Palmeiras, a Fifa acena com um de seus projetos que visam melhorar a arbitragem e diminuir as possibilidades de erro. A entidade voltou a falar a favor do uso do auxiliar de vídeo, para que as jogadas possam ser revistas logo depois que ocorram e assim o rumo certo possa ser tomado para o decorrer da partida.

Através do ex-jogador Zvonimir Boban, que atua como secretário-geral adjunto da Fifa, frisou que é normal a implementação do recurso ainda enfrentar certa resistência nos dias de hoje, como também aconteceu quando a regra do recuo ao goleiro passou a valer, em 1990.

"É importante lembrar que também houve resistência contra a introdução da regra do passe para trás, que deu ao futebol o dinamismo que tem hoje e aumentou o tempo de bola rolando. dando uma nova dimensão ao jogo. Tenho certeza que o uso do vídeo terá o mesmo impacto positivo, melhorando a integridade e a honestidade do nosso esporte", afirmou Boban.

O secretário ainda admitiu que, mesmo com o auxílio do vídeo, a arbitragem em um jogo de futebol nunca será totalmente perfeita, mas evitará "uma série de controvérsias" e preservará destinos futebolísticos que atualmente ficam a mercê do erro humano.

 

Deixe seu comentário