Fifa nomeia comitê para avaliar briga entre técnico e médica do Chelsea

São Paulo, SP

04-09-2015 10:27:22

De acordo com reportagem divulgada pelo jornal The Telegraph, a polêmica de relacionamento entre o treinador José Mourinho e a médica Eva Carneiro promete ganhar novos capítulos nos próximos dias. Cerca de um mês após o início do entrevero, quando a entrada da doutora em campo contra o Swansea foi criticada pelo português, a Fifa decidiu designar o Comitê Médico para avaliar a situação, em reunião que acontecerá em 11 de setembro.

Na oportunidade, após Eva Carneiro ir a campo, já nos minutos finais do empate com o Swansea, para atender o belga Hazard, que ficou sentindo dores após sofrer falta, o técnico José Mourinho a criticou publicamente por ‘retardar’ a sequência do jogo no momento que o Chelsea pressionava buscando o empate. Diante das câmeras, o português chegou a dizer que a médica nada entendia de futebol.

A então chefe do departamento médico do Chelsea foi ainda mais prejudicada depois de retrucar as críticas do treinador, que a afastou do cargo por tempo indefinido, deixando-a de fora do cotidiano de treinos da equipe e das viagens com a delegação. Frente à ‘punição’ imposta pelo técnico, Eva recebeu o apoio do corpo de doutores que atua no Campeonato Inglês.

Ação de médica do Chelsea segue suscitando polêmicas e será alvo de avaliação da Fifa (Foto: Divulgação/AFP)
Ação de médica do Chelsea segue suscitando polêmicas e será alvo de avaliação da Fifa (Foto: Divulgação/AFP)

Garantindo que a médica do Chelsea apenas obedeceu o protocolo que a profissão sugere e desempenhou sua função, a comissão médica do Inglês se mostrou temerosa com relação às consequências da questão. “É um motivo de grande preocupação que o ocorrido crie um precedente perigoso, demonstrando que o cuidado médico com os jogadores fica apenas em segundo plano no esporte”, declarou o grupo.

O ex-médico do Chelsea, Ralph Rogers, criticou o comportamento de Eva, contrapondo a visão da maioria dos médicos que atuam na competição. “O que ela está tentando conseguir aqui? Ser melhor e maior do que o próprio treinador? Ela nunca vai vencer essa disputa e nem deveria. É mesmo necessário entender o esporte, ele (Mourinho) está certo”, falou.

Além de ir à Fifa, o caso envolvendo a comissão técnica do atual campeão inglês pode ganhar algum desdobramento adicional na Associação Britânica de Medicina do Esporte, que já se mostrou contrária ao afastamento de Eva Carneiro, acontecimento que completará um mês na próxima semana.

Deixe seu comentário