Douglas Costa exalta trabalho no Bayern e celebra boa fase na Alemanha

São Paulo, SP

04-12-2015 08:40:14

Douglas Costa vive um grande momento no Bayern de Munique. O jogador chegou ao time alemão logo após as primeiras convocações para defender a Seleção Brasileira da segunda ‘Era Dunga’. Peça chave no time de Pep Guardiola, o ponta-esquerda comentou em entrevista ao canal alemão Sport 1, sobre sua carreira trilhada na Ucrânia, seu aprendizado no novo clube e a relação com o técnico que é considerado um dos melhores do mundo.

Douglas saiu do Brasil em 2010. Revelado pelo Grêmio, foi vendido ao Shakhtar Donetsk, clube ucraniano famoso por contratar diversos brasileiros que, posteriormente, são alçados para o mercado principal na Europa. William, hoje no Chelsea, e Fernandinho, do Manchester City, ambos jogadores da Seleção Brasileira, também iniciaram suas carreiras na Europa pelo mesmo caminho.

“Eu me sentia bem na Ucrânia, mas preciso admitir que, em termos de meta e perspectivas esportivas, já aprendi mais coisas em cinco meses no Bayern do que em cinco anos em Donetsk. É algo incrível, surreal”, disse o principal destaque do Campeonato Alemão.

Douglas Costa vem mostrando um desempenho acima da média ao lado de Thomas Muller, Lewandowski, Robben e companhia. Ele acredita que sua evolução se deve muito ao trabalho realizado por Pep Guardiola, seu treinador. Contratado por pouco mais de R$ 100 milhões, o brasileiro parece fazer jus ao valor investido.

“Com ele (Guardiola) tento aprender algo novo todo dia. A comunicação está sendo ótima, desde o primeiro dia. Pouco importa quem está em campo, não existe rivalidade. Não importa se Thomas Müller, Franck Ribéry ou eu estou jogando. Aqui, a única coisa que conta é o sucesso do nosso clube, que é o maior do mundo”, declarou, também rechaçando qualquer tipo de disputa interna ou vaidade entre as peças do elenco.

Douglas Costa é uma das principais fontes de gols do Bayern na temporada. Em 19 jogos, o brasileiro já foi responsável por 14 assistência e cinco gols. Em novembro ele superou seus companheiros de equipe e foi eleito pela revista Kicker, a principal sobre futebol na Alemanha, o melhor jogador do Campeonato Alemão.

Deixe seu comentário