Futebol Internacional

Di María acha que Cristiano Ronaldo não trocará o Real pelo United

GazetaEsportiva.net - Manchester, - Inglaterra
06/01/2015 15:26:00

Em: Futebol, Futebol Internacional

Eleito melhor jogador do mundo no ano passado e favorito a conquistar novamente o prêmio individual, Cristiano Ronaldo vive grande momento no Real Madrid. Apesar disso, frequentemente surgem especulações de que ele pode retornar ao Manchester United, clube que defendeu por seis anos. Mas o ex-companheiro do português e atualmente jogador dos Red Devils, Ángel Di María, duvida que Cristiano vá trocar a equipe espanhola pela inglesa.

“Eu não acho que ele vá voltar para o Manchester. É difícil deixar Madrid. Pode acontecer, mas eu acho que ele está se sentindo muito bem lá e eu não sinto que ele quer uma mudança”, opinou o argentino, que foi companheiro de ataque de Cristiano Ronaldo na equipe espanhola entre as temporadas 2010/2011 e 2013/2014.

Além da vontade de Cristiano Ronaldo, os valores envolvidos em uma possível transação seriam muito elevados. A multa rescisória do português com o Real Madrid é de aproximadamente R$ 3,2 bilhões. Trata-se, obviamente, de um preço irreal. Mas, segundo estudo da consultoria CIES Football Observatory, o valor de mercado atual do astro é de aproximadamente R$ 335,4 milhões, cifra que o United teria como oferecer aos espanhóis.

Cristiano Ronaldo e Di María jogaram juntos no ataque do Real Madrid entre as temporadas 2010/2011 e 2013/2014
Cristiano Ronaldo e Di María jogaram juntos no ataque do Real Madrid entre as temporadas 2010/2011 e 2013/2014 – Credito: AFP

Após ser revelado no Sporting de Lisboa, Cristiano Ronaldo se transferiu para o Manchester United em 2003. Foi na equipe inglesa que o português ganhou destaque internacional por seus dribles, sua velocidade e sua versatilidade, que lhe permitia marcar gols de falta, de cabeça e com as duas pernas. Lá, sob o comando de Sir Alex Ferguson, ele conquistou o Campeonato Inglês três vezes, além da Liga dos Campeões na temporada 2007/2008. Em 2008, recebeu a Bola de Ouro e foi considerado melhor jogador do mundo pela primeira vez, após ter ficado em segundo no ano anterior.

No meio do ano de 2009, o português foi vendido ao Real Madrid por R$ 256,6 milhões, tornando-se o jogador mais caro da história do futebol mundial até então. Desde que chegou à equipe merengue, Cristiano Ronaldo conquistou sete títulos (entre eles a última Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes), ganhou uma Bola de Ouro, quebrou recordes e marcou 284 gols, tornando-se o 4º maior artilheiro da história do clube. Faltam apenas sete tentos para que o Gajo ultrapasse Carlos Santillana e se torne o 3º maior goleador madridista, atrás apenas de Di Stéfano e Raúl González.