Futebol Internacional/Bastidores

Daniel Alves fala em “falsidade e ingratidão” de dirigentes do Barça

São Paulo , SP
20/02/2017 08:29:32

Em: Barcelona, Bastidores, Futebol Internacional

Tido como um dos melhores laterais do mundo, Daniel Alves não ficou contente com a forma como o Barcelona lidou com as especulações envolvendo sua saída do clube. O brasileiro, agora na Juventus, se mostrou chateado com a falta de reconhecimento do seu trabalho com a camisa blaugrana e com isso decidiu rescindir seu contrato mesmo faltando um ano para o término do vínculo.

“Durante minhas últimas três temporadas sempre ouvia que o Daniel Alves estava indo embora, mas os diretores nunca disseram nada para mim. Eles foram muito falsos e ingratos, não me respeitaram. Recebi uma oferta para renovar meu contrato apenas quando o clube acabou sendo punido pela Fifa. Foi aí que eu assinei um contrato com uma cláusula de rescisão. Quem dirige o Barcelona atualmente não tem a mínima ideia de como tratar os jogadores”, criticou Daniel Alves em entrevista à emissora ABC.

Daniel Alves não escondeu seu descontentamento com a diretoria do Barcelona (Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP)
Daniel Alves não escondeu seu descontentamento com a diretoria do Barcelona (Foto: Kirill Kudryavtsev/AFP)

Punido pela Fifa por transferências ilegais, o Barcelona não pôde contratar por um ano. Desta forma, a permanência de Daniel Alves era fundamental uma vez que os suplentes para a faixa lateral do campo não estavam a mesma altura do brasileiro.

Quem também deve ter gostado da saída de Daniel Alves do futebol espanhol foi Cristiano Ronaldo. A dupla protagonizou alguns desentendimentos durante os clássicos entre Barcelona e Real Madrid, mas o brasileiro garantiu não ter nenhum tipo de rixa com o camisa 7.

“Se as pessoas soubessem o quanto eu respeito o Cristiano Ronaldo… Vou repetir para esclarecer: Eu respeito o Cristiano Ronaldo. Quando eu falei que ele era muito egoísta eu quis dizer que quando você ganha, você será a estrela, mas quando você perde, eles irão cair em cima de você, foi isso o que quis dizer de uma maneira bastante respeitosa. O que acontece é que a imprensa relata isso de uma forma diferente, dizendo que eu falei mal dele, e o Ronaldo acreditou. Foi por isso que ele não me cumprimentou no prêmio de melhor do mundo em 2015”, finalizou Daniel Alves.