Futebol Internacional/Copa da França

Com dois de Mbappé, PSG vence Caen e vai à final da Copa da França

São Paulo , SP
18/04/2018 17:58:43 — 18/04/2018 18:02:42

Em: Futebol Francês, Futebol Internacional, Paris Saint Germain

O Paris Saint-Germain está na final da Copa da França. Nesta quarta-feira o time comandado por Unai Emery visitou o Caen, 15º colocado do Campeonato Francês, e confirmou seu favoritismo, vencendo os rivais por 3 a 1 e assegurando a classificação para a grande decisão do torneio. Os gols do PSG foram marcados por Mbappé (2) e Nkunku. Diomandé descontou para o time da Normandia.

Campeão da Copa da França nas últimas três temporadas, o PSG terá pela frente na final o Les Herbiers, que superou o Chambly FC por 2 a 0. Ambas as equipes pertencem à Terceira Divisão francesa.

A grande decisão da Copa da França acontecerá no próximo dia 8 de maio, no Stade de France. Neymar, provavelmente, ainda não estará à disposição do Paris Saint-Germain, uma vez que nesta terça-feira o craque brasileiro revelou que seu último exame deve ser realizado somente no dia 17 do próximo mês, exatamente a 30 dias da Copa do Mundo.

O jogo – Como era esperado, o primeiro tempo foi inteiramente dominado pelo Paris Saint-Germain, que, embora tenha enfrentado um time bastante dedicado na defesa, não teve muitas dificuldades para chegar ao gol adversário. Logo aos quatro minutos, Marquinhos fez um grande lançamento para Di María, que tentou acionar Cavani na área, mas Damien estava esperto para se esticar e interceptar o passe.

Aos doze, nova chance para o PSG. Meunier recebeu de Thiago Silva pela direita e jogou na área. A defesa do Caen não conseguiu afastar o perigo e permitiu que Cavani chutasse para o gol, contudo, Samba fez defesa importante para salvar os donos da casa. O goleiro anfitrião só não teve a mesma sorte aos 25 minutos, quando Mbappé apareceu no segundo pau para completar o chute cruzado de Cavani e abrir o placar.

Daí em diante o Paris Saint-Germain se sentiu ainda mais confortável em campo. O Caen, por sua vez, teve de adotar uma postura mais ousada e se expor mais. Abusando das jogadas pelos lados de campo, os donos da casa até chegaram a assustar o poderoso rival, mas só o surpreenderam mesmo aos 43, pouco antes de ir para o intervalo, quando Diomandé aproveitou a sobra na entrada da área para bater de três dedos, contar com um desvio de Rabiot no meio do caminho e vencer o goleiro Kevin Trapp, empatando a partida.

O PSG voltou para o segundo tempo mais eficiente e logo no primeiro minuto conseguiu balançar as redes com Cavani, que recebeu assistência de Di María após cochilo da defesa rival e bateu de peito de pé, sem chances para Samba. O gol, no entanto, acabou anulado pouco depois pelo árbitro, que consultou o VAR e se notificou de que o jogador argentino estava impedido no momento em que recebeu lançamento de Marquinhos.

Pouco depois, aos nove, Di María novamente protagonizou um lance de perigo para o PSG. O argentino recebeu mais um lançamento e desta vez bateu de primeira, exigindo boa intervenção do goleiro Samba. Posteriormente, aos 23 minutos, foi a vez de Cavani tentar estufar as redes após bom passe de Berchiche pela esquerda, porém, o uruguaio furou dentro da área, e a bola ficou com a defesa do Caen.

Di María se redimiu já na reta final da partida. O argentino deu um lindo passe para Cavani de calcanhar, deixando o uruguaio livre para fazer o cruzamento rasteiro para Mbappé, que precisou apenas completar para o gol, recolocar o PSG na frente. O árbitro da partida ainda voltou a consultar o VAR para analisar o lance. Di María, de fato, estava um pouco à frente, mas ao contrário do início do segundo tempo, desta vez o juiz decidiu validar o gol.

Antes do apito final, já nos acréscimos, ainda deu tempo de o garoto prodígio Nkunku tabelar com Daniel Alves na entrada da área e sair na cara do gol, precisando apenas tirar do goleiro para fechar os trabalhos do Paris Saint-Germain na Normandia e assegurar a classificação da equipe à grande final da Copa da França.