Futebol/Bastidores

Cissé nega ter chantageado Valbuena e explica mal-entendido

São Paulo , SP
15/10/2015 12:24:15

Em: Bastidores, França, Futebol Internacional
Cissé negou envolvimento em ameaças contra Valbuena, de quem declarou ser amigo (Foto: Franck Fife/Denis Charlet/AFP)
Cissé negou envolvimento em ameaças contra Valbuena, de quem declarou ser amigo (Foto: Franck Fife/Denis Charlet/AFP)

A notícia de que Djibril Cissé havia sido preso depois de chantagear com um vídeo erótico a Mathieu Valbuena, ex-companheiro de seleção francesa e Olympique de Marselha, pegou de surpresa a todos do mundo do futebol. Dois dias depois do episódio, Cissé foi liberado e resolveu falar à imprensa, para esclarecer que tudo não passou de um mal-entendido.

“Não tenho nada a ver com isso. Mathieu (Valbuena) é um amigo, eu apenas o adverti de que este era um problema sério para ele. É uma história que poderia ter ficado muito ruim para mim e para ele. Fui interrogado para contar o meu lado da história”, explicou Cissé ao jornal francês Le Figaro.

Segundo o atacante, a sua participação no caso ocorreu apenas pois ele avisou para Valbuena ser cuidadoso com risco de exposição do suposto vídeo. Como seu nome foi mencionado quando a queixa foi prestada, a polícia o levou para solicitar depoimentos.

“Eu não fiz nada de errado. Mathieu é um amigo. Quando estávamos no Olympique de Marselha, eu ia buscá-lo para o treinamento. Não há nenhuma ilegalidade, apenas avisei para ter cuidado. Ele entrou com uma queixa, meu nome foi mencionado e fui interrogado. Isso é tudo”, complementou.

Mesmo com Cissé liberado, uma das outras três pessoas – não identificadas – que haviam sido presas no mesmo dia do jogador, segue detida. A existência do vídeo erótico de Valbuena ainda não foi comprovada.