Gazeta Esportiva

Após se demitir, Eva Carneiro pedirá indenização para o Chelsea

São Paulo, SP

Publicação 30/10/15 | 11:33

Mourinho se desentendeu com a médica em agosto após atendimento controverso a Hazard (Foto: Divulgação)
Mourinho se desentendeu com a médica em agosto após atendimento controverso a Hazard (Foto: Divulgação)

Eva Carneiro irá acionar a justiça contra José Mourinho e o Chesea. Ex-médica da equipe e envolvida em polêmicas dentro dos últimos meses, a doutora acabou sendo desligada do clube recentemente, mas não irá deixar a situação terminar e levará o caso aos tribunais. Segundo veicula a imprensa portuguesa, a britânica pretende pedir uma indenização aos Blues pela quebra de seu contrato.

Empregada em Stamford Bridge desde 2009, Eva Carneiro acabou deixando o time londrino em 2015 após desentendimento com o técnico José Mourinho. A ocasião que causou a ruptura ocorreu no dia 12 de agosto, quando a médica entrou em campo na partida entre Chelsea e Swansea para tratar de Eden Hazard. Mourinho, no entanto, alegou não ter autorizado que Eva entrasse no gramado e esbravejou com a funcionária em frente às câmeras. Imediatamente após o episódio, Eva foi afastada e, posteriormente, pediu demissão.

O episódio não foi o único que ganhou notoriedade enquanto a médica trabalhou no Chelsea. Ainda no mês de agosto, o ex-namorado de Eva foi publicamente a imprensa afirmar que ela seria ninfomaníaca e já teria feito sexo com atletas do elenco londrino, entre eles, o brasileiro Oscar.

Entre as alegações que o advogado da médica deverá fazer para solicitar a indenização em dinheiro ao Chelsea estão não só a quebra repentina de seu contrato e perda de vencimentos, mas também por abuso verbal sofrido pelas críticas que eram feitas por Mourinho.

Deixe seu comentário