Futebol Internacional/Bastidores

África oficializa apoio à candidatura de xeque para a presidência da Fifa

São Paulo , SP
05/02/2016 17:16:00

Em: Bastidores, Futebol Internacional
Decisão da CAF foi tomada em reunião da entidade nesta sexta, em Ruanda (foto: Cyril Ndegeya/AFP)
Decisão da CAF foi tomada em reunião da entidade nesta sexta, em Ruanda (foto: Cyril Ndegeya/AFP)

 

A Confederação Africana de Futebol (CAF) anunciou oficialmente, nesta sexta-feira, o apoio à candidatura do xeque do Bahrein Salman bin Ibrahim al-Khalifa para a presidência da Fifa, que será realizada no dia 26 de fevereiro.

“O Comitê executivo da CAF decidiu dar seu apoio pleno à candidatura do xeque Salman para a presidência da Fifa”, afirmou o primeiro vice-presidente da CAF, Suketu Patel, ao final de uma reunião do Comitê Executivo da entidade, em Kigali, capital de Ruanda.

O continente africano abriga 54 dos 209 países-membros da Fifa que tem direito a voto na eleição da entidade e por isso o apoio da região é muito cobiçado pelos candidatos. Presidente da Confederação Asiática, Salman terá como principal adversário o suíço Gianni Infantino, candidato da Europa, que também conta com o apoio da América do Sul.

Salman conquistou uma relevante vitória ao obter o apoio oficial da Confederação Africana de Futebol, no entanto o dirigente é alvo de constantes críticas devido ao suposto envolvimento na repressão ao movimento oposicionista à monarquia constitucionalista do Bahrein, em 2011, durante o período da Primavera Árabe.

Além disso, o xeque bareinita também não agrada alguns dirigentes por ter apoiado abertamente a polêmica candidatura do Catar para sediar a Copa do Mundo de 2022.