Flamengo vence o Volta Redonda e fica perto da final do Carioca

São Paulo, SP

01-05-2021 23:05:28

Objetivo cumprido: o Flamengo rodou o elenco, de olho na Libertadores, e se aproximou da final do Campeonato Carioca. Neste sábado, poupando a maioria dos titulares, o Rubro-Negro venceu o Volta Redonda por 3 a 0, no Raulino de Oliveira, no jogo de ida da semifinal do Estadual. Campeão da Taça Guanabara, o Fla amplia a vantagem e agora pode até perder por três gols que avança à decisão do Carioca.

Pedro mostrou novamente o faro de artilheiro. Ele marcou os três gols da vitória rubro-negra. Michael foi outro que aproveitou a oportunidade. Ele deu duas assistências. Vitinho foi mais um destaque rubro-negro.

Depois de sete jogos seguidos sofrendo gol, o Flamengo não foi vazado. Diego Alves foi o responsável direto, com defesas difíceis.

De olho na Libertadores, Rogério Ceni preservou a maioria dos titulares e mandou a campo um time alternativo, reforçado por Diego Alves, Willian Arão e Éverton Ribeiro. No segundo tempo, Bruno Henrique, Diego e Arrascaeta entraram. Na terça-feira, o Flamengo enfrenta a LDU, em Quito. O jogo de volta da semifinal contra o Volta Redonda será no próximo sábado, às 21h05, no Maracanã.


Primeiro tempo movimentado, mas sem gols

O Flamengo começou o jogo com tudo. Vitinho deixou Pedro duas vezes em condições de marcar. Na primeira, o atacante dominou mal e deixou a bola escapar. Depois, exagerou na tentativa de driblar o zagueiro e foi desarmado. O Voltaço apostava na velocidade e buscava explorar as costas de Renê, com Alef Manga. Foi naquele setor dois lances perigosos, em que a zaga rubro-negra conseguiu cortar.

O Fla criava, mas pecava na finalização. Éverton Ribeiro recebeu na entrada da área e bateu para fora. Depois, Hugo Moura deixou o camisa 7 na boa, mas a finalização de perna direita tocou na trave antes de sair. O Voltaço quase puniu o Flamengo. Novamente pela direita, Alef Manga invadiu a área e soltou uma bomba, mas Diego Alves espalmou.

Andrey também precisou trabalhar do outro lado. Éverton Ribeiro tocou para Pedro, que parou no goleiro do Voltaço. O primeiro tempo movimentado e bem jogado terminou sem gols.

Pedro brilha pelo Flamengo

O Rubro-Negro abriu o placar logo aos quatro minutos do segundo tempo. Michael recuperou a bola e fez uma jogadaça. Ele se livrou de dois jogadores e cruzou para Pedro. O centroavante dominou e chutou com categoria: 1 a 0.

O Flamengo, três minutos depois, ampliou. Em contra-ataque, Vitinho lançou Michael pela esquerda. Ele cruzou na medida novamente para Pedro apenas completar: 2 a 0, aos sete.

O Voltaço voltou a levar perigo. MV recebeu cruzamento e chutou, mas viu Diego Alves salvar. Rogério Ceni fez as primeiras substituições. Ele colocou Bruno Viana e Bruno Henrique. Saíram Willian Arão e Éverton Ribeiro. Depois, Ceni lançou Diego e Arrascaeta, sacando Gomes e Michael.

Os donos da casa buscavam diminuir, mas paravam em Diego Alves. João Carlos chutou e viu o goleiro espalmar. Ceni colocou Muniz no lugar de Vitinho. Alef Manga exigiu nova defesa de Diego Alves.

O Flamengo ainda conseguiu ampliar. Arrascaeta aproveitou vacilo da zaga do Volta Redonda e cruzou para Pedro, de peito, fazer 3 a 0, aos 49. O Fla está perto da final.

FICHA TÉCNICA
VOLTA REDONDA 0 X 3 FLAMENGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 01/05/2021 (sábado)
Horário: 21h05 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Assistentes: Michael Correia e Wallace Muller Barros Santos
VAR: Pathrice Wallace Correa Maia

Cartão amarelo: Heitor, Alef Manga e Luiz Paulo (Volta Redonda); João Gomes (Flamengo)

Gols:
Flamengo: Pedro, aos 4', 7' e aos 49' do 2ºT

VOLTA REDONDA: Andrey; Júlio Amorim (Marcos Bebê), Gabriel Pereira, Heitor e Luiz Paulo; Bruno Barra, Emerson (Wallisson) e Luciano Naninho (Hiroshi); MV (Caio Vitor), Alef Manga e João Carlos
Técnico: Neto Colucci

FLAMENGO: Diego Alves; Matheuzinho, Willian Arão (Bruno Viana), Gustavo Henrique e Renê; Hugo Moura, João Gomes (Diego) e Éverton Ribeiro (Bruno Henrique); Michael (Arrascaeta), Vitinho (Rodrigo Muniz) e Pedro
Técnico: Rogério Ceni

Deixe seu comentário