Ex-Athletico, Fabiano Soares projeta estreia em clube coreano

Luca Castilho* - São Paulo,SP

01-03-2019 09:00:50

Rebaixado na última temporada, o Jeonnam Dragons irá disputar a Liga K2, segunda divisão da Coreia do Sul pela primeira vez na história. Para ajudar na reestruturação e buscar o acesso à elite, o clube contratou o treinador Fabiano Soares.

Dez times irão disputar a competição, o campeão garante a vaga na primeira divisão e outros três disputam os playoffs para tentar subir. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o técnico, que teve uma passagem pelo Athletico-PR em 2017, traçou um planejamento para conquistar o principal objetivo da temporada.

"A meta é voltar para a primeira divisão. Não tem outra. Para reestruturar o clube é necessário mudar a maneira de jogar, implantar meu modelo de jogo e mudar a forma de competir dos meus jogadores", disse o comandante de 52 anos.


A estreia do Jeonnam Dragons na segunda divisão coreana será neste sábado, dia 2 de março, contra o Asan Mugunghwa, em casa, na Gwangyang Football Stadium, à 1h (de Brasília). Fabiano Soares está otimista e acredita em um resultado positivo.

"As expectativas são as melhores, porque as sensações na pré-temporada foram muito boas. Tanto em resultados, quanto no modelo de jogo, de competir", afirmou o treinador.

Com passagens pelo Estoril, de Portugal, e Compostela, da Espanha, o primeiro técnico estrangeiro do Jeonnam e o único profissional da liga que não é coreano comentou sobre o mercado para os treinadores brasileiro fora do País.

"Na Coreia sim, eles gostam muito dos brasileiros e dos treinadores. Na Europa eu vejo que nós brasileiros somos pouco valorizados, mas também acho que muitos treinadores europeus fracassariam no contexto do Brasil. Alguns treinadores brasileiros são muito bons e se tivessem a oportunidade na Europa, seguro que venceriam, triunfariam", comentou o técnico.

Fabiano Soares teve passagem pelo Athletico em 2017 (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

No início do ano passado, o comandante brasileiro realizou um estágio no Real Madrid. Depois de acompanhar treinamentos técnicos e táticos, Fabiano acredita que a experiência adquirida irá contribuir em seu novo trabalho.

"O futebol evoluciona muito rápido e acho que os treinadores sempre que podem tem que viver outras realidades para uma evolução profissional adequada. Busquei me atualizar vendo treinamentos de um grande clube, que disputa grande competições", concluiu Fabiano Soares.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário