Eurico diz que se mudaria para a Sibéria em caso de rebaixamento

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

14-08-2015 16:18:57

Além de apresentar pela manhã os reforços Jorge Henrique e Seymour, o presidente aproveitou a coletiva para dar declarações sobre o momento do Vasco, a permanência de Celso Roth e o latente risco de um novo rebaixamento. Sobre o treinador, o presidente amenizou sua situação, mas frisou que espera uma postura mais ofensiva.

“As pessoas falam sem conhecer. O Celso é um grande profissional. Sobre poder sair, hoje qualquer funcionário do Vasco pode sair. Com a chegada dos últimos reforços espero que a gente mude de patamar, passe a ser mais ofensivo em campo. Sei que precisamos defender e atacar, mas não podemos ficar apenas defendendo. Acredito que isso vai mudar”, disse Eurico.

O dirigente criticou a postura dos torcedores que foram ao aeroporto recepcionar o time após a derrota de 1 a 0 para o Santos e hostilizaram atletas e comissão técnica. Alguns cuspiram em direção aos jogadores.

“Quem faz isso não tem o que fazer e não vai resolver nada. Outro dia tentaram invadir o clube fechado. Punimos os que eram sócios e ainda demos queixa na delegacia”, disparou o presidente.

Mais uma vez o cartola descartou a possibilidade de rebaixamento: “Se soubesse que tinha uma mínima chance de queda eu ia procurar o ponto mais diante da Sibéria para me mudar. Aqui a palavra rebaixamento é proibida. Já falei”.

Deixe seu comentário