Cruzeiro perde chances, cansa e fica no empate com a Caldense

São Paulo , SP
20/01/2018 23:25:47 — 20/01/2018 23:28:32

Em: Campeonato Mineiro, Cruzeiro, Escolha do editor, Futebol
Cruzeirenses não conseguiram buscar a vitória (Foto: Vagner Silva/Light Press/Cruzeiro)

O Cruzeiro não fez um mau jogo na noite deste sábado, no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas. Ainda se recondicionando fisicamente, a equipe azul pressionou pela vitória no começo e teve algumas chances espaçadas depois dos dez primeiros minutos. Cansados, porém, os atletas não foram capazes de tirar o zero do placar contra a Caldense.

Com o resultado, os cruzeirenses, que haviam vencido na estreia, perdem seus primeiros pontos nesta edição da competição, assim como o time de Poços de Caldas. Ambos dividem a liderança momentaneamente, com quatro pontos, à espera da definição da rodada, neste domingo.

Apesar da igualdade, porém, a Raposa não pecou pela falta de criação de jogadas. Superior tecnicamente, o time do técnico Mano Menezes chegou com muito perigo em duas oportunidades logo no início, ambas em jogadas pelo alto na área da Caldense.

Aos dez minutos, Egídio levantou a bola na área e Fred ganhou da zaga para cabecear. Omar, bem posicionado, jogou para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, porém, a defesa voltou a falhar e Manoel subiu muito, testando para baixo. Mostrando bastante reflexo, Omar se esticou ao solo para fazer uma excelente defesa.

O jogo, então, diminuiu o ritmo, com os donos da casa retendo um pouco mais a bola e arriscando em chutes de longe, sem grande perigo para Fábio. Antes do intervalo, a melhor chance foi mais uma vez dos visitantes. Lucas Romero tabelou com Thiago Neves e chutou forte, da entrada da área, mas o goleiro espalmou para fora.

Um dos nomes de maior destaque do primeiro tempo e grande atração da noite, o volante Bruno Silva pediu substituição no intervalo, alegando cansaço pelo tempo sem jogar e pelo gramado pesado do Ronaldão. No seu lugar, Mano tentou dar mais ofensividade à equipe, promovendo a entrada de Robinho.

Os 45 minutos finais, no entanto, foram de um nível técnico muito abaixo da primeira metade. Mostrando que não era Bruno Silva o único cansado, o Cruzeiro parou de criar e foi marcado com mais facilidade pelos donos da casa, que encontravam sérias dificuldades para puxar os contra-ataques.

Os únicos lances de perigo cruzeirense foram em bolas alçadas na área, onde Fred tentava sempre se desvencilhar de dois zagueiros. Na melhor delas, o camisa 9 chamou a atenção da dupla adversária e ajeitou para Rafael Sóbis chegar batendo, mas Omar, mais uma vez, fez a defesa.

FICHA TÉCNICA
CALDENSE 0 X 0 CRUZEIRO

Local: Estádio Ronaldão, Poços de Caldas (MG)
Data: 20 de janeiro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Igor Júnior Benevenuto
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Magno Arantes Lira
Cartões amarelos: Marquinhos (Caldense); Robinho (Cruzeiro)

CALDENSE: Omar; Feijão, Marcelinho, Robinho e Jhonathan; Mineiro, Jean Henrique, Anderson Rosa e Juninho; Marquinhos (Charles) e Neílson (Willian)
Técnico: Zezito

CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Léo, Manoel e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Bruno Silva (Robinho), Rafinha (Arrascaeta) e Thiago Neves (Rafael Sóbis); Fred
Técnico: Mano Menezes