Futebol/Eliminatórias

Croácia não sai do zero com Grécia e garante vaga na Copa do Mundo

São Paulo , SP
12/11/2017 19:41:22 — 12/11/2017 19:45:02

Em: Croácia, Eliminatórias Copa do Mundo, Futebol, Futebol Internacional, Grécia

Depois de um grande jogo protagonizado na última quinta-feira, Croácia e Grécia deixaram a desejar neste domingo. Diante da ampla vantagem construída no primeiro duelo com a vitória por 4 a 1, os croatas entraram para cumprir tabela e gastar o tempo. Do outro lado, os gregos pressionaram, principalmente no início dos tempos, mas não foi efetiva e ofereceu poucos riscos ao goleiro Subasic. Resultado final: 0 a 0 e Croácia na Copa do Mundo.

Para o gasto! Foi com essa disposição que os croatas entraram em campo e pouco ofereceram de perigo ao rival. O duelo tecnicamente foi muito fraco, haja visto pelas finalizações. Mesmo precisando de um resultado muito amplo, o primeiro chute no gol da equipe grega veio aos 38 minutos do segundo tempo.

Com a classificação, a Croácia chega ao seu quinto Mundial em um intervalo de seis competições. Depois de disputar o torneio em 1998, 2002, 2006, 2014, sendo que a melhor campanha foi o terceiro lugar, em 1998, na França, o time que possui Modric e Rakitic como líderes técnicos tenta surpreender na Rússia. Do outro lado, a Grécia jogou três Mundiais (1994, 2010 e 2014) e só passou da primeira fase no último deles, quando caiu nas oitavas.

Croácia contou com boa vantagem para fazer um segundo jogo mais tranquilo (Foto: LOUISA GOULIAMAKI/AFP)

O JOGO

Com a vantagem do primeiro jogo, quando venceu por 4 a 1, a Croácia apenas optou por controlar o jogo, conter as ações ofensivas do adversário e chegar com perigo quando conseguisse espaços. Do outro lado, a Grécia começou o jogo pressionando e tentando o primeiro gol logo nos primeiros minutos, na tentativa de criar um pouco mais de pressão na equipe croata.

A pressão ofensiva grega, entretanto, surtia pouco efeito e deixava espaços para os meio-campistas da Croácia criar chances em superioridade numérica. A primeira oportunidade veio com o time em vantagem. Logo aos seis minutos chegou com perigo pelo lado do campo, em bola que resultou em escanteio sem sucesso.

Com muitas mudanças em relação ao time que jogou o primeiro jogo, a Grécia criou a primeira chance aos 17 minutos. O zagueiro Sokratis se aventurou no ataque e acertou belo chute da entrada da área, que assustou Subasic. Essa acabou sendo uma das únicas chegas dos gregos, que não conseguiam infiltrar na defesa adversária e apenas trocava passes no meio-campo.

Quando chegava, a Croácia era muito mais perigosa e mostrou isso já na reta final do primeiro tempo. Aos 42 minutos, Perisic pegou um chute de muito longe e acertou a trave de Karnezis, que já estava fora de ação para tentar evitar o tento.

A dinâmica dos 45 minutos finais foi a mesma do restante do jogo. A Grécia tentava pressionar e o time da Croácia apenas segurava o jogo, contornando o resultado construído no primeiro jogo. Abusando dos levantamentos para área, os gregos ofereciam poucos riscos e chegaram apenas nos minutos finais do duelo classificatório.

Aos 35, os gregos abriram o placar com Pelkas, que entrou no decorrer do jogo e em sua primeira oportunidade concluiu. Entretanto, o tento foi anulado por conta da posição irregular do atleta. Seis minutos depois, Tachtsidis pegou chute de longe, defendido por Subasic sem grandes problemas.

Os últimos minutos foram cadenciados e os dois times apenas esperaram o juiz apitar. Final de jogo foi sob aplausos da torcida grega, que reconheceu esforço do time, apesar da eliminação.