Celso Roth ironiza árbitro e Piffero convoca torcida do Internacional

São Paulo, SP

13-10-2016 08:00:41

Faltam apenas oito rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e o Internacional segue na luta para deixar a zona de rebaixamento. Nesta quarta-feira, um empate daria essa condição ao Colorado no duelo com o Botafogo, no Rio de Janeiro, mas, depois de um pênalti que gerou a revolta dos jogadores no clube gaúcho, o Inter acabou voltando para casa com a derrota por 1 a 0 e ainda no pelotão que irá à Série B em 2017. Celso Roth até tentou falar somente do jogo, mas não conseguiu esconder sua irritação com o árbitro baiano Marielson Alves Silva.

“O Inter fez um primeiro tempo razoável, não tão bom quanto o segundo tempo, mas foi um jogo disputado, jogo aqui é assim, campo ruim para os dois. Mas, no segundo tempo melhoramos bem e uma decisão do juiz complicada, né? A bola pegou na mão ou não, mas não interessa. Ele deu. Esse jogo já foi. Temos que pensar no outro jogo. Esse já passou, com essa decisão maravilhosa do árbitro. Esse já passou. Temos de pensar no próximo jogo”, comentou o treinador, reconhecendo que os atletas precisam ter mais tranquilidade em campo.

“Não tenha dúvida. Temos que manter a tranquilidade. Nós estamos preocupados, óbvio, mas temos de jogar futebol e não perder as oportunidades, como tivemos hoje antes do Botafogo fazer o gol, e o Botafogo fez do jeito que fez, né? Vocês viram”, concluiu, sem deixar de cutucar o juiz do jogo novamente.

Por outro lado, o vice-presidente de futebol do clube, Vitorio Piffero, escancarou o temor dos colorados em ter de disputar a Série B na próxima temporada. O dirigente também não deixou de se queixar do árbitro, mas preferiu olhar para frente e, com entonação de drama e bravura, reforçou o espirito de luta contra o descenso.

“Fiquei na dúvida, mas depois as mensagens de Porto Alegre chegaram unanimemente dizendo que ele (árbitro) errou. Não foi pênalti. Infelizmente acabamos perdendo um ponto precioso na busca para sair do Z4, mas não vamos desistir. A torcida colorada estará conosco, vamos colocar 50 mil no Beira-Rio, e vamos de novo. Se tiver que agarrar no último capim do Beira-Rio, vamos agarrar no último capim do Beira-Rio. Não vamos cair. Estamos abatidos, mas não o suficiente para desanimar nessa luta contra a segunda divisão”, avisou, aos berros.

E a situação não é nada fácil. O Internacional é o 17º colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro com 33 pontos, um a menos que o Sport Recife, primeiro time fora do Z4, mas terá pela frente o Flamengo no domingo, em Porto Alegre. O rubro-negro carioca luta pelo título e está há nove rodadas invicto – encara o Fluminense nesta quinta.

Deixe seu comentário