Assis nega aposentadoria, mas Ronaldinho só deve voltar a jogar em 2016

São Paulo, SP

02/10/15 | 00:48

Após uma melancólica passagem de dois meses/ pelo Fluminense, Ronaldinho Gaúcho ainda mantém postura discreta e pouco comenta sua saída das Laranjeiras. Já Assis, seu irmão e empresário, falou sobre o futuro do meia nesta quinta-feira e garantiu que R10 não pretende se aposentar, mas deve voltar a jogar apenas em 2016.

“Só pensamos em algo para 2016, até porque para fazer inscrições e tudo mais, só dá para a próxima temporada”, disse o agente à Rádio Gaúcha, antes de responder enfaticamente uma questão sobre a possibilidade de o craque de 35 anos pendurar suas chuteiras.

“Não, não, não. Nem pensamos nisso. O que o Ronaldo construiu no futebol permite a ele dizer o que ele sempre nos diz: ‘enquanto eu estiver feliz, enquanto eu puder jogar com alegria, maravilha. Quando eu não estiver feliz, eu vou me retirar’. Então a gente tem tratado isso com muita tranquilidade. Enquanto ele tiver a disposição para ir treinar, participar da vida ativa do clube, não vejo problema nenhum”, revelou o irmão de R10, negando o “cansaço” alegado pelo atleta na ocasião da rescisão com o Flu.

Ronaldinho não pretende se aposentar, mas deve ficar pelo menos dois meses longe dos gramados (Foto: Nelson Perez/FFC)
Ronaldinho não pretende se aposentar, mas deve ficar pelo menos dois meses longe dos gramados (Foto: Nelson Perez/FFC)

Assis também fez questão de rechaçar as especulações de que motivos como falta de comprometimento e presença frequente em festas e churrascos tenham ocasionado a repentina, mas não imprevisível, saída do meia do Tricolor carioca.

“Muitas vezes, nessas festas que ele faz, estão os outros atletas. Mas vamos colocar isso: esses caras jogam de quarta e domingo, têm concentração um dia antes – ou não. Que tempo todo é esse que tem para tanta festa? As pessoas ficam falando muito”, criticou.

Sem pressa para encontrar um novo clube, Ronaldinho agora deve aproveitar um período de férias até voltar aos gramados buscando repetir o sucesso que teve no Atlético-MG, entre 2012 e 2014, último período em que se destacou como jogador. Para isso, já conta com sondagens de equipes como o Corinthians-USA, da cidade de Fontana na Califórnia.

Deixe seu comentário