Gazeta Esportiva

Na abertura da Copa do Mundo de 2022, Equador vence o Catar e quebra longo tabu

São Paulo, SP

20/11/22 | 14:59 - 20/11/22 | 16:09

Está dado o pontapé inicial da Copa do Mundo de 2022. Neste domingo, Catar e Equador realizaram a primeira partida do torneio, que está sendo disputado no Catar. E quem se deu melhor foram os sul-americanos, que venceram os anfitriões por 2 a 0, no estádio Al Bayt, em Al Khor.

O resultado, aliás, significou a quebra de um longo tabu. Um país sede jamais havia perdido o jogo de abertura do Mundial, que é realizado desde 1930.

A seleção equatoriana liquidou a partida ainda no primeiro tempo, com dois gols de Enner Valencia. O atacante até chegou a marcar mais um, mas o tento foi anulado pelo VAR, que utilizou a tecnologia do impedimento semiautomático, uma novidade no Mundial.

Com o placar, os equatorianos assumiram a liderança do Grupo A, com três pontos. Os catarianos, por sua vez, estão na lanterna, com zero. A chave ainda conta com Holanda e Senegal, que se enfrentam nesta segunda-feira, às 13 horas (de Brasília), no Al Thumama Stadium.

O Catar volta a campo agora na sexta-feira, às 10 horas, quando encara Senegal, no Al Thumama Stadium, pela segunda rodada da fase de grupos. No mesmo dia, mas as 13 horas, o Equador enfrenta a Holanda, no Estádio Internacional Khalifa.


O jogo - A primeira partida da Copa do Mundo começou agitada no Estádio Al Bayt. Mesmo enfrentando o país sede do torneio, os equatorianos partiram para cima desde o início.

Com apenas dois minutos, o goleiro Al-Sheeb vacilou ao tentar cortar um cruzamento e soltou a bola na área. Torres, então, tentou finalizar de voleio. No meio do caminho, Enner Valencia desviou de cabeça e balançou as redes. O tento, entretanto, acabou sendo anulado pelo VAR, que flagrou impedimento na jogada.

Mesmo com a frustação, o Equador não tirou o pé do acelerador. Aos 14, Enner Valencia recebeu grande passe em profundidade, invadiu a área e foi derrubado pelo arqueiro. Imediatamente o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, o próprio atacante assumiu a responsabilidade e abriu o placar.

E não demorou para a vantagem aumentar. Com 30 minutos, Torres cruzou com precisão pela direita para Enner Valencia, que cabeceou no cantinho para marcar mais um.

A partir de então, os sul-americanos diminuíram o ritmo e deixaram os donos da casa com a posse de bola. A seleção do Catar levou perigo apenas no último lance do primeiro tempo. Depois de boa trama pela direita, Almoez Ali recebeu ótimo cruzamento e tentou testar para o chão, mas mandou para fora.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Equador seguiu melhor. Com o relógio marcando nove minutos, Ibarra foi acionado na ponta esquerda, cortou para o meio e bateu colocado. Atento, Al-Sheeb espalmou.

Os anfitriões responderam aos 16. Após cruzamento de Hassim, Pedro Miguel subiu mais que a defesa adversária e testou com perigo pelo lado da meta.

A partir de então, o jogo caiu muito de rendimento. Com o placar tranquilo, a seleção equatoriana passou a apenas controlar a posse de bola. Enquanto isso, o Catar até tentava se lançar, mas encontrou muita dificuldade para criar chances.

A melhor oportunidade dos donos da casa saiu já aos 40 minutos. Muntari foi lançado e tentou encobrir o goleiro. A bola passou raspando o travessão. Assim, a abertura da Copa do Mundo de 2022 terminou com a vitória dos equatorianos.

FICHA TÉCNICA
CATAR 0 X 2 EQUADOR

Local: Estádio Al Bayt, em Al Khor (QA)
Data: 20 de novembro de 2022, domingo
Horário: às 13h (de Brasília)
Árbitro: Daniele Orsato (ITA)
Assistentes: Ciro Carbone e Alessandro Giallatini
VAR: Massimiliano Irrati
Cartões amarelos: Al-Sheeb, Almoez Ali, Boudiaf, Akram Afif  (Catar); Moisés Caicedo, Jhegson Méndez (Equador)

GOLS: Enner Valencia, aos 16 do 1ºT e 31 do 1ºT (Equador)

CATAR: Al-Sheeb; Pedro Miguel, Al-Rawi, Khoukhi, Abdelkarim Hassan e Homam Ahmed; Hatim, Boudiaf e Al-Haydos (Mohammed Waad); Akram Afif e Almoez Ali (Muntari).
Técnico: Félix Sánchez

EQUADOR: Galíndez; Ángelo Preciado, Félix Torres, Hincapié e Estupiñán; Jhegson Méndez, Moisés Caicedo (Alan Franco), Plata e Romario Ibarra (Sarmiento); Estrada (Kevin Rodríguez) e Enner Valencia (Cifuentes)..
Técnico: Gustavo Alfaro

Deixe seu comentário