Rodada do Boxing Day tem luta pela ponta e gigantes em reabilitação

São Paulo, SP

25-12-2015 18:05:31

A tradicional rodada do Boxing Day, feriado celebrado na Grã-Bretanha e suas ex-colônias no dia seguinte ao Natal, apresenta em 2016 o cenário mais improvável dos últimos anos no Campeonato Inglês. O surpreendente Leicester é o líder, posto que procura defender diante do Liverpool, às 13 horas (de Brasília) deste sábado, e outros gigantes como Chelsea e Manchester United buscam reabilitação imediata.

O Arsenal, por sua vez, é o que desfruta do melhor momento entre as grandes equipes do país, e ocupa a vice-liderança. De olho na ponta, os comandados de Arsene Wenger, que estão dois pontos atrás do Leicester, visitam o Southampton às 17h45 deste sábado, após torcer por uma “ajuda” dos Reds, que jogam em casa contra o líder nesta 18ª rodada.

Para buscar resultado positivo no feriado e aumentar sua sequência para quatro vitórias, o treinador quer que os Gunners repitam a atuação da última segunda-feira, quando superaram o Manchester City por 2 a 1 diante de sua torcida. “Eu acredito em nosso potencial. Temos de nos convencer que podemos ter outra atuação do mais alto nível”, disse Wenger, projetando o duelo contra o 12º colocado da Premier League.

Já o Manchester City soma 32 pontos, quatro a menos que o Arsenal. A equipe comandada por Manuel Pellegrini, portanto, viu o topo da tabela ficar mais longe ao perder justamente para a equipe londrina, mas busca se manter na briga neste Boxing Day. O compromisso de Aguero e companhia é contra o 19º colocado Sunderland, em casa, a partir das 13 horas.

“Qualquer um que acredite que jogar contra o Sunderland em casa será fácil está enganado. Eles parecem sempre jogar bem contra nós – talvez só atuem nesse nível contra o City! Precisamos nos preparar bem, manter a concentração e dar à nossa torcida uma performance à altura”, comentou o meio-campista brasileiro Fernandinho, minimizando a fragilidade do adversário, que soma apenas 12 pontos e está na zona de rebaixamento.

Tentando não se distanciar dos líderes, o City evita menosprezar o Sunderland no Boxing Day (foto: Adrian Dennis/AFP)
Para não se distanciar dos líderes, o City evita menosprezar o Sunderland no Boxing Day (foto: Adrian Dennis/AFP)

Sensação do campeonato até aqui, o Leicester soma 38 pontos, e está a dois de atingir o objetivo inicial traçado pelo técnico Claudio Ranieri. Podendo chegar a tal marca neste sábado, uma vitória contra o Liverpool em Anfield Road representaria, então, o início simbólico da busca da equipe pelo título inglês. Para isso, o time conta com os dois artilheiros da competição: Jamie Vardy, com 15 gols, e Riyad Mahrez, que já balançou as redes 13 vezes.

Com 28 tentos anotados na Premier League, os dois principais destaques do Leicester juntos superam facilmente toda a equipe do Liverpool, que só marcou 20 gols até o momento. Diante desse retrospecto, os comandados de Jurgen Klopp buscam um triunfo em casa contra o melhor time do campeonato para provar à torcida que podem ter pretensões maiores na temporada do que a atual nona colocação, com 24 pontos, permite supor.

“Eu tenho muito respeito por Ranieri e por toda a equipe do Leicester pelo que eles vêm fazendo. Se você não está jogando contra eles, então é fácil desfrutar de suas atuações. Eles não precisam de muitas chances para marcar gols, contam com dois atacantes obviamente muito bons e que não se machucam. A posição deles é muito merecida, possuem um estilo verdadeiro de jogar futebol e por isso fazem sucesso”, analisou o alemão, que busca uma vitória para “colocar um sorriso no rosto da torcida”.

Com respeito ao Leicester, Klopp quer vitória para devolver o sorriso ao rosto da torcida do Liverpool (foto: Ben Stansall/AFP)
Com respeito ao Leicester, Klopp quer vitória para devolver o sorriso ao rosto da torcida do Liverpool (foto: Ben Stansall/AFP)

O Manchester United, por sua vez, quer colocar um fim à oscilação que levou a equipe, comandada pelo pressionado Louis van Gaal, a cair para a quinta posição, com 29 pontos. Para buscar a reabilitação, os Red Devils abrem a rodada de Boxing Day às 10h45, em visita ao Stoke City. Após o técnico holandês deixar a entrevista coletiva após menos de cinco minutos por irritação com a imprensa britânica, o clima é de união por ele no elenco.

Mas quem vive a mais profunda das crises na temporada é justamente o atual campeão Chelsea, que demitiu o treinador José Mourinho após péssimo retrospecto nas 16 primeiras rodadas. Depois da saída do português, venceu o Sunderland em casa, mas segue na 15ª colocação, com 18 pontos, apenas dois a mais que o Swansea, primeiro time na zona de rebaixamento.

Para reconquistar de vez a confiança da torcida, o técnico Guus Hiddink, que voltou ao clube para ocupar o cargo até o fim da temporada, pediu que os jogadores “se olhem no espelho” para melhorar o nível de atuação. Tudo isso mirando o duelo das 13 horas deste sábado contra o Watford, que ocupa a sétima colocação e vem de vitória por 3 a 0 sobre o Liverpool.

Veja a programação completa da rodada deste sábado (pelo horário de Brasília):
10h45 – Stoke City x Manchester United
13h00 – Aston Villa x West Ham
13h00 – Bournemouth x Crystal Palace
13h00 – Chelsea x Watford
13h00 – Liverpool x Leicester
13h00 – Manchester City x Sunderland
13h00 – Swansea x West Bromwich
13h00 – Tottenham x Norwich
15h30 – Newcastle x Everton
17h45 – Southampton x Arsenal

Deixe seu comentário