Gazeta Esportiva

Com pênalti nos acréscimos, Sport vence o Salgueiro e assume a liderança provisória do Pernambucano

São Paulo, SP

17/01/23 | 22:18 - 17/01/23 | 22:24

Pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano, o Sport visitou o Salgueiro na noite desta terça-feira, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE), e venceu por 2 a 1. Luciano Juba e Ronaldo Henrique (de pênalti) marcaram para os visitantes, enquanto Kelsen fez o tento dos mandantes.

Assim, o Leão da Ilha se isola provisoriamente na liderança do estadual, com sete pontos em três jogos. No entanto, o vice-líder Retrô, que soma seis, possui um jogo a menos - entra em campo na quinta-feira, contra o Caruaru City.

Por outro lado, o Carcará desperdiça a oportunidade de assumir a ponta da tabela de classificação. O clube soma quatro pontos, na sexta colocação, mas segue dentro da zona de classificação à segunda fase. Isso se Santa Cruz e Central-PE não vencerem suas partidas.


Na próxima rodada, portanto, o Sport recebe o Belo Jardim, às 20 horas (de Brasília) de terça-feira (24), na Ilha do Retiro, no Recife (PE). Mais cedo, a partir das 15 horas, o Salgueiro visita o Íbis, no Estádio Municipal Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho (PE).

Antes disso, porém, o Leão da Ilha volta sua atenções para a Copa do Nordeste. O clube estreia na competição regional contra o ABC, a partir das 19h30, também na Ilha do Retiro.

Os gols de Salgueiro e Sport

Mesmo longe de seus domínios, o Sport conseguiu abrir o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. Após dois rebotes em chute de Edinho, Gabriel Santos mandou para a rede de cabeça. No entanto, o árbitro conversou com o assistente e anulou o gol, por impedimento origem na jogada.

O Leão da Ilha, entretanto, não se abalou e se manteve no ataque. Assim, inaugurou o marcador aos 33 minutos, em golaço de falta de Luciano Juba. O meia acertou o chute no ângulo esquerdo, sem chance para o goleiro César Tanaka, que ainda tocou na bola antes dela bater no travessão e entrar.

Oito minutos depois, o Salgueiro empatou o confronto. Após cruzamento da direita, André ajeitou de peito para Kelsen finalizar nas costas de Rafael Thyere, vencendo o goleiro Renan e deixando tudo igual no Estádio Cornélio de Barros.

Por fim, já nos acréscimos da partida, aos 48 minutos da etapa final, o Sport conseguiu marcar o segundo e sair com os três pontos. O árbitro marcou toque de mão na bola do volante Anderson Recife, após desvio de cabeça de Sabino dentro da área e assinalou pênalti. Na cobrança, Ronaldo Henrique bateu com categoria do lado direito de César Tanaka, que esperou para cair, e deu números finais à partida.

Deixe seu comentário