Campeonato Paulista

Anacleto Campanella | 20/03/2019

São Paulo empata com Azulão, mas vai às quartas de final do Paulista

20/03/2019 23:23:42 — 21/03/2019 01:09:10

Em: Campeonato Paulista, Escolha do editor, Futebol, São Caetano, São Paulo

O São Paulo suou, mas garantiu uma vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista. O time comandado pelo técnico interino Vagner Mancini visitou nesta quarta-feira o São Caetano, que lutava contra o rebaixamento, no Anacleto Campanella, e apesar do péssimo primeiro tempo e do empate em 1 a 1, conseguiu a classificação. Antony abriu o placar para o Tricolor, enquanto Pablo deixou tudo igual para o Azulão, já no fim da partida.

Com o resultado, o São Paulo se classificou para a próxima fase do Estadual na segunda colocação do Grupo D. Já o Ituano, que perdeu para o Corinthians, avançou às quartas de final na liderança da chave e por isso terá a vantagem de decidir o duelo com o Tricolor em casa.

O São Caetano, por sua vez, foi rebaixado para a Série A2 do Paulistão. O time comandado por Pintado precisava vencer o São Paulo nesta quarta-feira e ainda contar com um tropeço do Botafogo-SP, que enfrentou o já classificado Santos e venceu por 4 a 0.

Agora, o São Paulo se prepara para receber o Ituano já no próximo domingo, no estádio do Morumbi, em horário ainda não confirmado – a Federação Paulista de Futebol irá divulgar os detalhes de todas as partidas das quartas de final nesta quinta-feira, em evento marcado para iniciar às 11h (de Brasília). A partida de volta acontece na próxima quarta-feira, no Novelli Júnior.

O jogo – Foi o São Caetano quem chegou com perigo pela primeira vez na partida. Logo aos 12 minutos, o volante Esley optou por experimentar de longa distância e mandou por cima do gol de Tiago Volpi. Dois minutos depois, aos 14, o Azulão voltou a incomodar em arremate de fora da área. Desta vez, Minho se livrou da marcação de Anderson Martins, cortou para o meio e bateu firme, mas também errou o alvo.

O São Paulo, por sua vez, só respondeu de forma contundente aos 19 minutos. Em cobrança de falta de Reinaldo, Bruno Alves apareceu no segundo pau para completar de carrinho, mas não chegou a tempo de tocar na bola. Já aos 22, em novo cruzamento de Reinaldo, desta vez em escanteio, Pablo escorou de calcanhar, Anderson Martins tocou de cabeça e Carneiro completou para o fundo das redes, mas o árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou impedimento do uruguaio.

A partida seguiu agitada e aos 24 minutos o São Caetano voltou a assombrar o São Paulo. Mezenga fez bom pivô na entrada da área e deixou Esley livre. O volante do Azulão invadiu a área e ao sair cara a cara com Tiago Volpi viu o goleiro tricolor fechar o ângulo e fazer defesa decisiva para manter o placar inalterado. Foi a melhor chance de todo o primeiro tempo.

Antes de as equipes irem para o intervalo ainda teve tempo de o São Paulo tentar uma reação tardia. Aos 42 minutos, Pablo decidiu soltar a bomba de fora da área, mas Luiz Daniel defendeu sem grandes problemas. Já no minuto seguinte foi a vez de Antony receber cruzamento da esquerda, dominar dentro da área e finalizar, porém, o jovem atacante não pegou bem na bola e desperdiçou a melhor oportunidade do Tricolor até então.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Segundo tempo

Na etapa complementar o ritmo do jogo diminuiu. Ainda assim, aos três minutos, Pablo por pouco não acabou com a sequência da equipe de sete jogos sem marcar gols. O camisa 12 tabelou na entrada da área com Everton Felipe, porém, na hora de finalizar, viu a zaga aparecer na hora “h” para travar o arremate.  Já aos 13 foi a vez do próprio Everton Felipe invadir a área pela esquerda e bater de bico, forçando boa defesa do goleiro Luiz Daniel.

Sem dar muitas chances para o São Caetano, o São Paulo se manteve mais sólido na partida e aos 24 minutos, enfim, foi premiado com o gol. Antony recebeu a bola na direita, cortou para o meio e, da entrada da área, bateu colocado. A bola ainda desviou na defesa do Azulão antes de balançar as redes. Na comemoração, o garoto revelado em Cotia fez questão de abraçar todos os seus companheiros, incluindo os reservas. Um sinal de união do grupo após a polêmica protagonizada por Jean nesta semana.

Quando todos já acreditavam que o São Caetano não teria mais poder de reação, os donos da casa mostraram que o Tricolor teria de ficar atento até o apito final. Aos 40 minutos, Pablo recebeu na entrada da área e bateu de primeira, sem chances para Tiago Volpi. O empate, entretanto, serviu apenas para encerrar a campanha do Azulão no Campeonato Paulista de maneira menos vergonhosa.

FICHA TÉCNICA
SÃO CAETANO 1 X 1 SÃO PAULO

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Data: 20 de março de 2018, quarta-feira
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Marcelo Van Gasse e Miguel Cataneo da Costa
Público pagante: 2981 pessoas
Renda: R$ 126.380,00

Cartões amarelos: Bruno Alves, Anderson Martins, Hudson e Pablo (São Paulo); Max (São Caetano)
Gols: Antony, aos 24 minutos do 2ºT (São Paulo); Pablo, aos 40 minutos do 2ºT (São Caetano)

SÃO CAETANO: Luiz Daniel; Alex Reinaldo, Saimon, Max e Capa; Esley (Rafael Marques), Vinícius Kiss, Pablo e Vitinho (Diego Rosa); Bruno Mezenga (Hernandes) e Minho
Técnico: Pintado

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius (Bruno Peres), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Hudson e Igor Gomes (Jonatan Gomez); Antony, Pablo e Gonzalo Carneiro (Everton Felipe)
Técnico: Vagner Mancini