Torcida do Coxa ameaça invadir camarote atleticano, diz jornal

São Paulo, SP

08-05-2016 19:10:05

Irritada com a derrota de 5 a 0 no placar agregado, a torcida do Coritiba não esperou nem o fim do jogo no Couto Pereira, neste domingo, para mostrar sua indignação.

Com o vice-campeonato confirmado já no intervalo da partida, os torcedores locais ameaçaram invadir o camarote destinado à diretoria do Atlético-PR.

A informação foi veiculada pelo jornal Gazeta do Povo, mas não é confirmada nem pela Polícia Militar do Estado e nem pela organização do estádio, que sediou uma bela festa atleticana após o placar de 3 a 0 na Arena da Baixada.

A sala, que fica no segundo andar do setor reformado das cadeiras, foi cercada por torcedores alviverdes e os seguranças atleticanos evitaram a confusão, organizando a saída dos diretores por um elevador estratégico.

Os cartolas ainda voltaram ao camarote para acompanharem o segundo tempo, que transcorreu sem maiores emoções, antes de se encaminharem aos vestiários para comemorarem o título, que não era conquistado pelo Furacão desde 2009. Ainda mais no estádio do rival, o que não acontecia desde 1990.

Presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, e ex-presidente do clube, Mário Celso Petraglia preferiu nem comentar a confusão ao conceder entrevista após o título. O dirigente apenas concentrou seu discurso em fazer do Furacão um time com um projeto vencedor.

O presidente Sallim Emed, por sua vez, repetiu o discurso de contentamento com o título, citando os feitos de Petraglia, e não entrou em polêmicas. “Dei sorte de entrar num momento em que faltavam os títulos. É colher os frutos. A gente conseguiu fazer jus. Se não ganha, as pessoas acham que desvaloriza o trabalho”, falou.

Deixe seu comentário